Oliveira: "Me sinto pronto para disputar o título em 2021"

Marco Di Marco
·3 minuto de leitura

Pole, vitória e volta mais rápida em uma corrida dominada de ponta a ponta. Miguel Oliveira não poderia ter esperado algo melhor para terminar a temporada de 2020 da MotoGP. O português dominou correndo em casa para vencer pela segunda vez na categoria-rainha. E a performance de hoje lhe deu um gás para começar a pensar em 2021.

Um sucesso claro, como diria Marc Márquez, que não surpreendeu nem o piloto nem a equipe.

Leia também:

MotoGP: Com fim da temporada, Rins avalia possibilidade de fazer cirurgia no ombro MotoGP: Oliveira domina de ponta a ponta e vence em casa no GP de Portugal; Morbidelli termina com vice

"Eu cheguei decidido a vencer. Depois de analisar os dados do TL4 e da classificação, percebemos que tinha algo a mais e decidi que iria vencer. Meu objetivo era apenas largar e não pensar em quem estava atrás".

Tudo simples? Não necessariamente. Em entrevista após a prova, Oliveira disse que encontrar o equilíbrio ideal entre ritmo e gestão de pneus não foi fácil.

"Tentei controlar a vantagem e os pneus. Foi difícil, mas estou muito feliz com a vitória".

O português explicou ainda que adotou um estilo de pilotagem específico para enfrentar a pista de seu país, que provou ser eficaz.

"Acho que a KTM pode ser conduzida de múltiplas maneiras. Pol é muito agressivo nos freios e tem uma boa força de frenagem ao entrar nas curvas. Porém, aqui, era necessário algo diferente e a trajetória precisava ser feita de modo limpo".

"Talvez a diferença em Portimão me tenha permitido conduzir a moto do modo que gosto, tendo uma aderência incrível".

Encerrando o campeonato de modo impressionante, agora é hora de fazer um balanço da temporada e olhar para o futuro.

"Aquelas corridas que terminei em quinto ou sexto deixaram um gosto amargo na boca porque sabia que poderia ter feito mais. Mesmo nos finais de semana em que caí, consegui reunir informações que ajudarão a melhorar a moto para o próximo ano".

"A KTM está indo bem em todos os circuitos, mas precisamos de tempo para colocar tudo no lugar".

Por fim, Oliveira não escondeu quando questionado se se sente um dos candidatos ao título em 2021.

"Claro. Me sinto pronto para disputar o título. Obviamente, é preciso ter consistência, ir ao pódio com frequência. Vimos nesta temporada que não importa se você está em uma equipe oficial ou de satélite, desde que a moto seja competitiva. Em 2021, a luta pelo título deve ser mais acirrada".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1, MotoGP e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Rubinho relata emoção com filhos nas 500 Milhas de Kart e Motorsport.com estreia bem com o 11° lugar

Podcast #076 – Hamilton x Schumacher: a comparação entre os campeões da F1

Your browser does not support the audio element.