Oliveira está perto de Coutinho na artilharia santista em Libertadores

Atacante está a dois gols do ex-jogador e tem nisso uma motivação a mais para o jogo de quarta, contra o Santa Fe, na Colômbia. Pelé é o líder, com 16 gols na história

O atacante Ricardo Oliveira está confiante e ansioso para o próximo jogo do Santos, que acontecerá nesta quarta-feira, diante do Santa Fe, às 21h45, no estádio El Campín, pela terceira rodada na Libertadores. Além de buscar melhorar seu desempenho este ano (marcou apenas dois gols, contra Palmeiras, no Paulista, e The Strongest, na Libertadores), o atacante está a dois gols de tornar-se o quarto maior artilheiro do clube no torneio. Juntando a edição de 2002, em sua primeira passagem pelo Santos, e a atual, Ricardo tem oito gols em 13 jogos.

Caso o atacante chegue aos 11 gols na Libertadores, empatará com Coutinho na quarta colocação, e estará a cinco de Pelé, o líder no quesito. Robinho e Neymar têm 14 e ocupam a vice-liderança.

O camisa 9 reconhece a força do adversário, mas cita 'dedicação' e 'entrega' como as palavras-chaves para levar os três pontos para casa.

- O Santa Fé tem um time forte, já o vimos jogar. Ainda vamos observar mais algumas coisas sobre eles, mas não tenho dúvidas de que teremos grandes dificuldades jogando em sua casa. Precisamos estudar e nos dedicar muito para neutralizar as jogadas deles. Mas estamos confiantes. Entrega e dedicação dentro de campo não faltarão - explicou.

O Santos é líder do Grupo 2 na Libertadores com quatro pontos, um a mais que Santa Fé e The Strongest. Uma vitória permitirá ao time abrir boa diferença na classificação.







E MAIS: