Olimpíadas de Tóquio: Entenda as diferenças entre o skate park e skate street

·2 minuto de leitura
A brasileira Rayssa Leal na fase preliminar feminina do skate street durante os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. (Foto de JEFF PACHOUD / AFP via Getty Images)
A brasileira Rayssa Leal na fase preliminar feminina do skate street durante os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. (Foto de JEFF PACHOUD / AFP via Getty Images)

A primeira aparição do skate nas Olimpíadas tem sido histórica para o Brasil.

Na modalidade "street" nos Jogos de Tóquio, o país vibrou com as medalhas de prata de Kelvin Hoefler e de Rayssa Leal, a "Fadinha do Skate". Agora, o skate terá a modalidade "park", que estreia nesta terça-feira (3).

Entenda a diferença entre o skate street e o skate park:

Inventado nos anos 60 por surfistas na Califórnia, Estados Unidos, em uma baixa temporada de ondas, o skate, já em 1965, assumiu sua posição enquanto esporte e neste ano surgiram os primeiros campeonatos. Até os dias de hoje a prancha com rodinhas domina o espaço urbano com seus variados estilos e modalidades.

Leia também:

As semelhanças estão nos detalhes

Podendo ser praticado em qualquer lugar, o estilo Street se destaca por utilizar obstáculos encontrados nas ruas para fazer suas manobras: muros, cones, quinas, bancos, etc. O objetivo é tirar o máximo do espaço para poder praticar. Já o estilo Park possui um espaço organizado para as manobras, com pistas montadas, escadas posicionadas, entre outras construções que permitem o desenvolvimento.

E onde estão as semelhanças? No esporte em si. Apesar de serem compostos por obstáculos diferentes, um de forma mais ordenada e projetada (Park) para permitir o máximo de manobras e o outro pela construção do espaço a partir da aleatoriedade das ruas (Street), ambos buscam os mesmos objetivos: alcançar o maior número de manobras com o skate e imitar ou utilizar o espaço como o maior obstáculo.

As diferenças são os obstáculos

Não são os espaços, mas os obstáculos que definem as modalidades. Enquanto ambos podem ocorrer em qualquer espaço, dificilmente você verá uma half-pipe entre praticantes do Street, a não ser que seja improvisada, e tão dificilmente quanto será não ver uma pista preparada, lisa para reduzir o atrito, em um Skatepark.

Os obstáculos definem como o esportista irá portar-se. Caso ele saiba e consiga agir melhor em um espaço fixo e estável, seu lugar é praticando o Park. No caso de lidar melhor com adversidades como rodovias, buracos, escadas, esquinas, lixos e corrimões, o esportista deve dominar melhor o Street.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos