Olimpíadas de Tóquio custaram quase o dobro do esperado

·1 min de leitura
TOKYO, JAPAN - JULY 23 :  The Olympic flame during the Opening Ceremony of the Tokyo 2020 Summer Olympic Games at the National Stadium on July 23, 2021 in Tokyo, Japan, 23/07/2021 ( Photo by Vincent Kalut / Photonews via Getty Images)
Orçado em 7 bilhões de dólares em 2013, evento esportivo acabou custando 13,6 bilhões. Foto: (Vincent Kalut / Photonews via Getty Images)

Foi divulgado pelo Comitê Organizador das Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio o custo total dos eventos esportivos. Inicialmente orçados em US$ 7 bilhões (aproximadamente R$ 40 bilhões na cotação atual) em 2013, as edições acabaram custando US$ 13,6 bilhões (aproximadamente R$ 75 bilhões na cotação atual).

O aumento do valor inclui, segundo o relatório que foi apresentado, os custos pelo adiamento de 2020 para o ano de 2021 em decorrência das complicações que a pandemia de Covid-19 impôs. 

Leia também:

É estipulado que a ausência de público nas arquibancadas das diversas arenas esportivas nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos tenham diminuído a receita da organização em, aproximadamente, US$ 800 milhões, uma vez que os ingressos não foram comercializados.

Se imaginou que a diminuição na receita que a ausência de público causou pudesse ocasionar em déficit financeiro para a organização, mas as reduções de despesas geradas pelo comitê organizador e os próprios governos japonês e de Tóquio puderam conter o prejuízo.

A edição de 2020, que ocorreu no ano de 2021, teve um novo orçamento estipulado no fim do último ano, quando o plano revisado de 2013 tinha como previsão o custo de US$ 15,4 bilhões (na cotação atual, aproximadamente R$ 87 bilhões). 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos