Olimpíada de Inverno de Pequim promete cerveja e compras dentro de "bolha"

·1 min de leitura
Homem usando máscara de proteção caminha perto de anéis olímpicos em Pequim

Por Gabriel Crossley

PEQUIM (Reuters) - Os organizadores da Olimpíada de Inverno de Pequim procuraram garantir aos participantes dos Jogos nesta terça-feira que o evento do ano que vem será quase normal, contando com vendedores de suvenires, culinária estrangeira e cerveja nos locais de competição, mas tudo dentro de uma "bolha" isolada.

A Olimpíada acontecerá entre 4 e 20 de fevereiro, sem espectadores do exterior e sujeitando todos os participantes a exames diários de Covid-19, já que a China se atém a uma política de Covid zero usando algumas das medidas mais rigorosas do mundo.

Muitas coisas a respeito da maneira como os Jogos serão realizados continuam incertas, entre elas como os ingressos serão distribuídos a espectadores locais e quem será segregado dos atletas e outros participantes nos locais de competição na cidade de Pequim e em Zhangjiakou, na província de Hebei.

"Nada mudou, só as medidas de prevenção da Covid, que são como vestir uma capa de chuva", disse Xu Jicheng, autoridade do Comitê Organizador de Pequim, em um briefing para a mídia.

Tais medidas, como o isolamento rígido de pessoas de fora dos Jogos, podem ser "um pouco inconvenientes", reconheceu ele.

Mas ele disse que serão inconvenientes pequenos quando comparados com as vantagens para a saúde pública, lembrando do mantra dos atletas: "sem dor, sem louvor".

Durante a Olimpíada, atletas, jornalistas, equipes e voluntários permanecerão dentro de uma bolha sob um monitoramento de circuito fechado.

(Reportagem adicional de Yew Lun Tian)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos