Olimpíada: Dupla carrasca aparece de novo, e, pela primeira vez na história, Brasil não terá medalha no vôlei de praia

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Carrasca em Tóquio, a Letônia eliminou mais uma dupla brasileira no vôlei de praia masculino. Depois de Evandro e Bruno Schmidt perderem para Plavins e Tocs, agora foi a voz de Alison Mamute e Álvaro Filho serem eliminados pelos letões. Com a derrota, o Brasil não ganhará uma medalha na modalidade pela primeira vez na história dos Jogos Olímpicos.

Desde que foi adicionada entre os esportes olímpicos, nas Olimpíadas de Atlanta, em 1996, o vôlei de praia teve pelo menos duas duplas brasileiras no pódio, entre homens e mulheres, em todas as edições de Olimpíada. No entanto, no Japão, isso não acontecerá. Como todos os quatro pares eliminados antes da semifinal, o Brasil não conquistará medalhas.

Além disso, essa é apenas a segunda vez na história que nenhuma dupla masculina chega ao pódio. A primeira vez que isso aconteceu foi no ano de estreia do vôlei de praia nas Olimpíadas, em 1996. Na ocasião, Jacqueline Silva e Sandra Pires conquistaram o ouro, enquanto as também brasileiras Adriana Samuel e Mônica Rodrigues ficaram com a prata.

Veja o desempenho brasileiro em Olimpíadas no vôlei de praia:

Atlanta, 1996

Ouro e prata no feminino

Sidney, 2000

Prata e bronze no feminino

Prata no masculino

Atenas, 2004

Ouro no masculino

Prata no feminino

Pequim, 2008

Prata e bronze no masculino

Londres, 2012

Prata no masculino

Bronze no feminino

Rio, 2016

Ouro no masculino

Prata no feminino

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos