De olho no topo da divisão, Thompson cogita luta contra o "assustador" Demian

Stephen Thompson não descarta um combate contra Demian Maia – Diego Ribas

Após derrotar Vicente Luque, no UFC Nova York, no último sábado (2), Stephen Thompson não fechou as portas para encarar mais um brasileiro. Em conversa com a imprensa após o evento, o americano não poupou elogios a Demian Maia, que em outubro deste ano, finalizou Ben Askren, e não descartou um combate diante do faixa-preta de jiu-jitsu.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Atualmente Demian está na frente de Thompson no ranking, ocupando o sexto posto, enquanto o americano é o oitavo. Por isso, um duelo entre os dois poderia fazer sentido para o algoz de Luque. Questionado se toparia agora encarar o paulista, o carateca afirmou que precisaria de um tempo a mais para focar neste confronto, principalmente pelo fator jogo de chão do brasileiro.

“Maia é um cara duro e assustador. Não importa o que você fale. Ele tem 41 anos, mas te mataria em um piscar de olhos no chão. Ele te pegaria pelos punhos, te arrastaria até te estrangular. É um cara muito assustador. Eu precisaria ter algum tempo para realmente me preparar para ele, mas eu adoraria acabar com qualquer um nesta divisão, especialmente os top 15. Mas olhando para a frente, eu adoraria lutar com o Masvidal ou Nate, mas uma luta com Demian definitivamente poderia acontecer no futuro, com certeza”, disse Thompson, de acordo com vídeo disponibilizado pelo site ‘MMA Junkie’.

Stephen Thompson já teve duas oportunidade de sagrar-se campeão da categoria dos meio-médios (77 kg), porém não conseguiu derrotar o então campeão Tyron Woodley. Mas o americano segue seguro de que ainda vai conseguir mostrar que é o melhor lutador da divisão.

“Não vou desistir desse título. Sei que agora estou em nono lugar (com ranking atualizado, subiu para oitavo), mas não vou desistir. Eu sei que sou o melhor nesta divisão. Já enfrentei os melhores. Únicos caras que não enfrentei são os dois primeiros no momento (Kamaru Usman e Colby Covington). Já enfrentei Tyron duas vezes, (Darren) Till, Johnny Hendricks, (Jake) Ellenberger e (Robert) Whittaker. Não vou desistir”, completou.

Após duas derrotas seguidas, Stephen Thompson conseguiu se recuperar no Ultimate, após derrotar Vicente Luque. Agora na organização, o americano tem 10 vitórias, quatro derrotas e um empate.

Leia também