Olho no G4! Vasco vence o Coritiba em São Januário e sobe na tabela da Série B do Brasileirão

·3 min de leitura


Teve de tudo um pouco em São Januário, neste sábado. Pela 30ª rodada da Série B do Brasileirão, o Vasco recebeu o líder Coritiba e, como não poderia deixar de ser, viveu momentos de tensão. Mas, ao apito final, conquistou uma vitória importante na luta para encostar no G4. No placar, 2 a 1 marcados por Cano, Léo Gamalho e Nene. O time de São Januário está vivo na briga pelo acesso!

+ Veja a tabela da Série B, próximos jogos e simule os resultados

Com o resultado, o Vasco subiu para a sexta posição, a quatro pontos do G4 (a diferença pode subir para cinco pontos caso o Avaí não perca para o Confiança). Já o Coritiba continua na ponta, com 54 pontos.

DOMÍNIO E CANO
Desde os primeiros toques na bola que o Vasco se fez superior. Dominava, chegava mais perto da área, mas a marcação do Coritiba impedia finalizações perigosas. Mas na primeira delas... Nene ajeitou para Gabriel Pec, que chutou e Wilson deu rebote justamente para o imperdoável. Cano abriu o placar aos 18 minutos.

CANO, QUASE
A sequência da primeira etapa foi de contínuo domínio cruz-maltino. Morato teve chances, Cano chegou a mandar uma bola na trave após jogada de Marquinhos Gabriel com Gabriel Pec já nos últimos minutos... enfim: só deu Vasco nos primeiros 45 minutos.

FALHA E EMPATE
O problema é que assim que a bola rolou, com saída do Coritiba, o time visitante construiu pela direita, Ricardo Graça tentou afastar o cruzamento, mas furou e a bola sobrou para Léo Gamalho empatar. Balde d'água fria com 15 segundos de segundo tempo.

CINCO MINUTOS DE VAR
Mas o Vasco não esmoreceu. No ataque seguinte, Riquelme chutou, Cano desviou de letra e a bola sobrou para Nene colocar o time mandante novamente à frente. Só que o VAR demorou quase cinco minutos para confirmar a validade do lance, que era difícil. Mas... cinco minutos!

RIQUELME LEVANTA SÃO JANUÁRIO
Um dos destaques da partida foi o jovem lateral-esquerdo Riquelme. Com personalidade, confiança e muita habilidade, o garoto fez grandes jogadas e levantou a torcida no estádio. Teve passe de letra, dribles, participação em jogada do gol e até um elástico.

PRESSÃO DO CORITIBA, MAS VITÓRIA DO VASCO

O jogo ficou franco. Léo Gamalho de um lado, Cano do outro tiveram oportunidades. E Marquinhos Gabriel desfilava, ao lado de Riquelme, muita habilidade. Substituições ocorreram, a pressão coxa-branca aumentou e os minutos finais foram de drama... mas o Vasco segurou a vitória.

FICHA TÉCNICA
VASCO 2 X 1 CORITIBA


Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data e hora: 16 de outubro de 2021, às 16h30
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Bruno Raphael Pires (Fifa-GO)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (Fifa-GO)
Cartões amarelos: Ricardo Graça, Marquinhos Gabriel e Cano (VAS); Luciano Castan e Léo Gamalho (CTB)
Cartão vermelho: Não houve
Renda e público: 6.213 pagantes (6.245 presentes) / R$ 150.524,00

GOLS: Cano (18'/2ºT 1-0), Léo Gamalho (1'/2ºT 1-1) e Nene (7'/2ºT 2-1)

VASCO: Lucão, Zeca (Léo Matos, 44'/2ºT), Ricardo Graça, Leandro Castan e Riquelme (Walber, 52'/2ºT); Bruno Gomes; Morato (MT, 32'/2T), Nene (Léo Jabá, 44'/2ºT), Marquinhos Gabriel e Gabriel Pec (Romulo, 32'/2ºT); Cano - Técnico: Fernando Diniz.

CORITIBA: Wilson, Natanael, Henrique, Luciano Castan e Guilherme Biro; Jhony (Bochecha, 2'/2ºT), Val e Robinho (Vaguininho, 22'/2ºT); Matheus Alexandre (Rafinha, 37'/1ºT), Léo Gamalho e Igor Paixão (William Alves, 37'/2ºT) - Técnico: Gustavo Morínigo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos