De olho na Supercopa do Brasil: o que Ceni quis estimular com a entrada de Vitinho na ala direita

Lazlo Dalfovo
·2 minuto de leitura


O Flamengo fez os olhos do torcedor brilharem no jogo contra o Madureira, na última segunda-feira, em duelo válido pela 8ª rodada da Taça Guanabara. A goleada por 5 a 1 condiz com a discrepância técnica entre os clubes, mas a intensidade gerada pelo Rubro-Negro - desde o apito inicial - culminou em uma anormal uma avalanche de chances criadas - foram 27 finalizações (a média do time no torneio era de 21). E ainda sobrou tempo para um teste importante, embora controverso, de olho na Supercopa do Brasil.

Rogério Ceni acionou Vitinho na ala direita, cuja função não foi inédita para o atacante sob o comando do técnico. A alternativa foi um esboço de uma arma que, estimulada, pode vir a campo contra o Palmeiras, na decisão deste domingo, já que o comandante indicou que tal cartada é trabalhada para ser efetiva em jogos de peso e sob cenários adversos:

- Preciso fazer testes para tornar a equipe mais ofensiva possível em jogos onde o placar não esteja a nosso favor. Se lembrarem, no jogo contra o Internacional (Brasileiro), tirei o Isla para colocar o Everton Ribeiro naquela função. Temos que tentar. A ideia era que o Vitinho tivesse a profundidade de um ala, dando amplitude, como o Bruno Henrique do outro. Tudo é um teste, quanto o placar está quatro ou cinco, temos que tentar alternativas para deixar um time que é muito ofensivo ainda mais ofensivo quando necessário em determinados momentos, mesmo o Vitinho não sendo um especialista da posição - comentou Ceni, em entrevista coletiva.

+ ATUAÇÕES: Fla massacra em noite histórica para Gabi e brilho de trio do meio

O Flamengo terminou o jogo contra o Madureira desenhado em uma espécime de 3-5-2, tendo Filipe Luís na zaga, protegida por Hugo Moura, à frente, com BH e Vitinho de alas agudos, trazendo a almejada amplitude. Veja o esquema:

Flamengo (tática) x Madureira
Flamengo (tática) x Madureira

Como terminou: formação do Fla (Foto: Reprodução / Lineup Builder)

Ceni terá a oportunidade de ver como o Palmeiras, sem atuar desde o dia 14 de março por conta da paralisação do Paulista, se postará diante do Defensa y Justicia, pela Recopa Sul-Americana, nesta quarta-feira.

Certamente o técnico do Flamengo irá refletir sobre a variação com Vitinho de ala de acordo com a postura do Palmeiras, sobretudo no segundo tempo e se o time de Abel Ferreira estiver em vantagem contra os argentinos.

O fato é que o Flamengo, com alternativas mais ou menos canônicas para a etapa final, tem demonstrado desempenho e empenho animadores na temporada, fazendo valer a certeira estratégia com 22 sessões de treinamento na pré-temporada mirando, justamente, o jogo deste domingo.

+ Veja a tabela e o regulamento do Cariocão 2021

Em tempo: a bola rola às 11h, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.