De olho na Chuteira de Ouro, Haaland e Lewandowski marcam na volta da Bundesliga

Goal.com

A Bundesliga ficou 66 dias paralisada por causa da pandemia do novo coronavírus. E quando a bola finalmente voltou a rolar, os torcedores viram cenas com as quais já estão bastante acostumados: gols de Erling Haaland e Robert Lewandowski.

O jovem norueguês de 19 anos inclusive teve a honra de marcar o primeiro gol do retorno de uma das principais ligas do futebol europeu. Ele completou cruzamento de Hazard aos 28 minutos do primeiro tempo e abriu caminho para a goleada do Borussia Dortmund por 4 a 0 sobre o Schalke 04, no último sábado.

"Claro que não sou o mesmo, não estive disputando jogos por sete semanas.  Mas sei que estive trabalhando duro neste período e não estou surpreso, não", disse o atacante sobre já retornar com bola na rede.

Um dia depois de Haaland, Lewandowski também deixou o dele. O polonês cobrou pênalti e marcou o primeiro gol do Bayern de Munique no triunfo por 2 a 0 sobre o Union Berlin na capital alemã.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Números impressionantes

Haaland estreou pelo Dortmund em janeiro e desde então não para de fazer gols. Pela Bundesliga, foram dez em nove jogos disputados. Considerando-se todas as competições, a média também é superior a um por jogo (13 tentos em 12 partidas).

Mais experiente (31 anos) e no Bayern desde 2014, Lewandowski tem números ainda melhores que o jovem norueguês: lidera a corrida pela artilharia da Bundesliga com 26 gols em 24 jogos e, contando a temporada toda, balançou as redes 40 vezes em 34 duelos disputados. É a quinta temporada seguida em que ele chega a pelo menos 40 gols.

Chuteira de Ouro à vista?

Com números assim, é evidente que Lewandowski e Haaland estejam brigando diretamente pela Chuteira de Ouro. O polonês está no segundo lugar, com 52 pontos, enquanto Haaland é o terceiro, com 44.

A diferença aqui é que o goleador do Bayern fez 26 gols na Bundesliga, que tem peso 2. O do Dortmund, por outro lado, marcou 16 gols na primeira parte da temporada pelo Red Bull Salzburg, da Áustria, cuja liga atribui só 1,5 ponto por gol marcado. Com isso, o noruegês fez 24 pontos pelo antigo clube e mais 20 agora na Alemanha, com seus dez gols na Bundesliga.

À frente deles só está Ciro Immobile, da Lazio, artilheiro do Italiano com 27 gols (e 54 pontos). Ele, porém, ainda não sabe se e quando volta a atuar por causa da pandemia. Na mesma situação se encontram outros possíveis rivais da dupla Lewandowski e Haaland, como Cristiano Ronaldo, atual quarto colocado na briga pela chuteira, e Lionel Messi, sexto. 

Enquanto os outros artilheiros não voltam, Bayern e Dortmund já viram que seus goleadores continuam com os pés muito bem calibrados para o restante da temporada. 

Leia também