De olho em Jorge Jesus, Newcastle foi o primeiro time inglês a "falar português"

Goal.com

Potencialmente um dos próximos "super ricos" do futebol europeu, o Newcastle é um dos clubes mais tradicionais da Inglaterra, com 127 anos de história. Inclusive, o time, tetracampeão da primeira divisão inglesa, foi o primeiro a dar oportunidade para um jogador lusófono na terra da Rainha.

Em 1987, o clube do norte da Inglaterra anunciou a contratação de Mirandinha: o atacante, até então, do Palmeiras, tinha se destacado em um amistoso da seleção brasileira disputado um ano antes, em Wembley, com um gol. Assim, foi para o Newcastle e se tornou o primeiro atleta a ser natural de um país onde o português é a língua primária a jogar em um time da primeira divisão inglesa.

Em épocas mais modestas, o brasileiro foi muito bem no Newcastle: se tornou ídolo, jogou junto de Paul Gascoigne, marcou 13 gols em 33 jogos no Cameponato Inglês de 1987-88, até hoje é querido na cidade e chegou a ser comparado a Garrincha. No ano seguinte, foi rebaixado junto com o clube e retornou ao Palmeiras, mas já admitiu que se arrependeu de ter deixado os Magpies.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Agora, a equipe está prestes a ser adquirida por Mohammed bin Salman, príncipe herdeiro da Arábia Saudita. A fortuna do Sheik é avaliada em mais de 200 bilhões de euros: caso a negociação se concretize, os novos donos do clube já estudam, como aconteceu com outros times "super ricos" no início do projeto, trazer um pacote de contratações de impacto.

Mohammed Bin Salman
Mohammed Bin Salman

Nomes como Edinson Cavani, Philippe Coutinho e Antoine Griezmann já interessariam a um possível novo Newcastle. Para o banco de reservas, um dos focos do clube seria Jorge Jesus, que ainda está acertando sua renovação com o Flamengo.

Mesmo que o Mister dê preferência óbvia para o Rubro-Negro, uma proposta do clube inglês evidenciaria o status que o português conseguiu ter na Europa, amplificado ainda mais por sua passagem incrível, até agora, no Rio de Janeiro. Outros alvos seriam Mauricio Pochettino, livre no mercado desde que deixou o Tottenham, e Rafa Benitez.

Se o Newcastle vai conseguir atrair o interesse de Jesus, ninguém sabe ainda. O que fica claro é que o treinador seria muito corajoso para recusar uma possível proposta do clube que talvez se torne o mais rico do planeta. No entanto, o português, claro, é conhecido por sua ousadia, e o Flamengo continua sendo um dos maiores times do mundo.

Ainda não existe nenhuma confirmação de que a Premier League vai aceitar a proposta do Sheik: setores da torcida do Newcastle, clube conhecido por seus fãs apaixonados, são contrários ao negócio, e alguns outros donos de clubes da primeira divisão inglesa também já se posicionaram negativamente. 

Aceitando ou não, uma coisa é certa: não é o mesmo Newcastle da época de Mirandinha. 

Leia também