Oito jogadores de Brasil e Colômbia estiveram no duelo pela Olimpíada de 2016 na Neo Química Arena

·2 min de leitura


Pela primeira vez as seleções principais de Brasil e Colômbia se enfrentarão na Neo Química Arena. Nesta quinta-feira (11), as duas equipes entram em campo no estádio do Corinthians em duelo válido pela 11ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022. No entanto, os dois países já se cruzaram no estádio nos Jogos Olímpicos de 2016.

Ainda que tivesse sede na cidade do Rio de Janeiro, São Paulo recebeu algumas partidas de futebol, entre elas as quartas de final do torneio, onde os brasileiros venceram os colombianos por 2 a 0.

Oito jogadores que estiveram em campo há cinco anos voltarão a se cruzar no duelo desta semana, quatro de cada lado.

Pelo Brasil, Neymar, autor do primeiro gol do encontro pela OIimpíada, é um deles. Além do camisa 10, o goleiro Weverton, o zagueiro Marquinhos e o atacante Gabriel Jesus estiveram em campo, todos eles como titular e apenas Jesus foi substituído, mas faltando um minuto para a partida acabar.

Pela Colômbia, o zagueiro Willian Tesillo e o meia Jefferson Lerma atuaram durante os 90 minutos. O volante Wilmar Barrios começou jogando, mas deu lugar ao atacante Miguel Borja no intervalo. Todos esses atletas foram convocados por Reinaldo Rueda para estar rodadas das Eliminatórias.

No entanto, a grande maioria desses jogadores não defendem mais a mesma camisa em relação a época que foram convocados.

No Brasil, Weverton, em 2016, era goleiro do Athletico-PR, mas hoje defende o Palmeiras. Já Gabriel Jesus, que atuava pelo Verdão, se transferiu para o Manchester City, da Inglaterra, no fim daquela temporada. Neymar defendia as cores do Barcelona, da Espanha, mas desde 2017 está no Paris-Saint Germán, da França.

Do lado colombiano, Borja, nos Jogos Olímpicos, ainda despontava no Atlético Nacional, de Medellín, sendo contratado pelo Palmeiras no ano seguinte, mas não se firmando. Atualmente, o centroavante está emprestado ao Grêmio, após um período também cedido pelo Alviverde ao Júnior Barranquilla. Tesillo, Barrios e Lerma também trocaram de clube no período.

Tesillo, em 2016, jogava pelo Independiente Santa Fé, mas hoje atua pelo León, do México, já Barrios estava no Tolima e hoje joga pelo Zenit, da Rússia, e Lerma, que era jogador do Levante, da Espanha, há cinco anos, hoje é atleta do Bournemouth, da Inglaterra.

Brasil e Colômbia, em 2016, aconteceu no dia 13 de agosto de 2016. Neymar, aos 12 minutos do primeiro tempo, e Luan, aos 38 do segundo deram a vitória a Seleção Brasileira, que posteriormente goleou Honduras por 6 a 0 na semifinal e conquistou a então inédita medalha de ouro olímpica no futebol ao bater a Alemanha, nos pênaltis, na decisão, após empate em 1 a 1 no tempo normal.

Nesta quinta-feira (11), o encontro entre as Seleções pode ser novamente histórico, com o Brasil garantindo matematicamente a sua vaga a Copa do Mundo de 2022, no Catar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos