Oitavas terá Corinthians x Boca e Palmeiras x Tijuana

Estadão Conteúdo

Os jogos da sexta e última rodada dos Grupo 2 e 8, nesta quinta-feira, definiram os confrontos das oitavas de final da Copa Libertadores. Um deles, entre Atlético Mineiro (com a melhor campanha no geral) e São Paulo (com o pior desempenho entre os 16 classificados), tinha sido definido no dia anterior, mas os outros sete dependiam das quatro partidas realizadas neste último dia de duelos pela fase de grupos da competição continental.

Atual campeão, o Corinthians terá de enfrentar um rival argentino, o Boca Juniors, em uma reedição da final do ano passado. Por ter melhor campanha - foi o líder do Grupo 5, com 13 pontos -, o time paulista jogará a partida de ida no estádio La Bombonera, em Buenos Aires, e definirá a classificação no Pacaembu, em São Paulo, como foi em 2012. Quem avançar às quartas, enfrentará quem passar do duelo argentino entre Vélez Sarsfield e Newell´s Old Boys.

Já o Palmeiras, que garantiu a primeira colocação do Grupo 8 no sufoco, teve a pior campanha entre os primeiros colocados e enfrentará agora o Tijuana, que ficou empatado com o Corinthians, mas terminou a chave como vice-líder. O primeiro jogo será no México, no gramado sintético do estádio Caliente, e o segundo acontecerá no Pacaembu. Nas quartas, o vencedor terá pela frente quem avançar de Atlético e São Paulo.

No outro lado da chave das oitavas de final estão Fluminense e Grêmio. O time carioca, líder do Grupo 8, jogará com a vantagem do segundo jogo em casa contra o Emelec, do Equador. O classificado deste confronto terá, na fase seguinte, quem passar de Olimpia, do Paraguai, e Tigre, da Argentina.

Por fim, o Grêmio buscará a vaga nas quartas contra o Independiente Santa Fé, da Colômbia. O primeiro duelo será na Arena Grêmio, em Porto Alegre, e a volta será no estádio El Campín, em Bogotá. Quem se classificar jogará contra o vencedor do confronto entre Nacional, do Uruguai, e o surpreendente Real Garcilaso, clube do Peru com apenas três anos de existência.

Exibir comentários (2)
Os sites do Yahoo Esportes e do Esporte Interativo agora estão separados. Por favor, escolha qual deseja acessar:
  • Atual campeã, Kvitova arrasa holandesa em apenas 35 minutos em Wimbledon

    Atual campeã de Wimbledon, a checa Petra Kvitova iniciou a defesa do seu título com uma estreia fulminante. Mais »

    Estadão Conteúdo - 18 minutos atrás
  • Após acerto com Valencia melar, Rodrigo Caio se aproxima do Atlético

    Depois de deixar o São Paulo no primeiro semestre rumo à Europa, negociado com o Valencia por 12,5 milhões de euros (cerca de R$ 44 milhões), o volante Rodrigo Caio viu o acerto melar na última segunda e, ainda na Espanha, agora faz exames para tentar fechar com o Atlético de Madri, time que já tinha manifestado interesse no futebol do jogador. Nesta terça, o brasileiro fez testes físicos em Las Rozas, mas a negociação ainda não é oficial. Mais »

    Gazeta Press - 27 minutos atrás
  • Atual campeã, Kvitova constrói vitória em 35 minutos na estreia

    Wimbledon parece ter tudo a ver com Petra Kvitova, segunda colocada no ranking mundial. Atual campeã no All England Club e vencedora também em 2011, a tcheca estreou com vitória, na manhã desta terça-feira, ao arrasar a holandesa Kiki Bertens (108ª), por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/0, em apenas 35 minutos. Mais »

    Gazeta Press - 38 minutos atrás
  • Palmeiras mira G4 e tenta superar quem "segura a bunda lá atrás"

    "Ganhar é muito bom, essa que é a verdade." Foi sorrindo assim que Victor Ramos comentou a goleada sobre o São Paulo, no domingo, mas já pensando no próximo compromisso. Novamente no Palestra Itália, o Palmeiras enfrenta a Chapecoense, nesta quarta-feira, ciente de que, diferentemente do que ocorreu no clássico, precisará superar uma retranca para subir na tabela do Brasileiro como deseja. Mais »

    Gazeta Press - 38 minutos atrás
  • COI pede rápida resolução de impasse sobre estádio para Olimpíada de 2020

    Os organizadores da Olimpíada de Tóquio, em 2020, receberam um ultimato do Comitê Olímpico Internacional (COI) para que definam os detalhes da construção do novo Estádio Nacional, incluindo o financiamento da obra, depois de confirmarem que os custos da obra quase chegaram a duplicar. Mais »

    Estadão Conteúdo - 39 minutos atrás