Odiados por Chiellini, Felipe Melo e Balotelli já causaram confusão em Juventus x Inter

Goal.com

Duas figuras polêmicas e odiadas por Giorgio Chiellini, Felipe Melo e Mario Balotelli já foram os protagonistas de outro embate no futebol, desta vez físico. 

Em sua biografia, Chiellini fez duras críticas aos dois jogadores, chamando o brasileiro de "maçã podre" e o italiano de desrespeitoso, que merecia um tapa na cara.

Enquanto companheiro de Chiellini na Juventus, Felipe Melo, em um clássico contra a Inter de Milão em 2009, válido pela Serie A italiana, se envolveu em um lances polêmico justamente contra Balotelli, aos 40 minutos do segundo tempo. Em uma disputa de bola, o volante joga o cotovelo para trás, mas não chega a alcançar o italiano, que assim mesmo cai no chão simulando ter sido atingido no rosto.  

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O lance logo se tornou uma briga generalizada, envolvendo diversos jogadores das duas equipes, enquanto Balotelli continuava no chão pedindo punição ao adversário pendurado, depois de ter levado um cartão amarelo ainda no primeiro tempo. Enquanto os juventinos pediam falta de simulação para o próprio atacante.

Como resultado, ambos receberam cartão amarelo e Felipe, já punido, acabou expulso do jogo. E aquela acabou sendo uma partida em que o brasileiro fez tudo e mostrou bem seu jogo: conseguiu marcar um gol e acabou expulso em um lance polêmico entre ele e um adversário. Foi um dos jogos mais emblemáticos de sua passagem ruim pela Juventus.

Donos de personalidade forte, como o próprio jogo mostrou, tanto Felipe Melo quanto Balotelli não deixaram as críticas e ofensas de Chiellini baratas. O volante respondeu ironizando o zagueiro: Por ele (Chiellini) agora, não tenho nenhum (respeito) e nunca terei. Diz que Balotelli merecia apanhar, mas diz que eu sou o pior do pior e quase tinha briga por minha culpa? E então, desculpe, mas é muito fácil falar mal dos outros em um livro. Talvez 'esse zagueiro' ainda esteja com raiva de mim porque, quando fui para o Galatasaray, vencemos a Juventus na Champions League".

Já Balotelli, por meio das redes sociais, questionou a postura de Chiellini: "Ao menos tenho a honestidade e coragem para dizer as coisas cara a cara. Você teve tantas oportunidades para dizer algo desde 2013, de agir como um homem a sério, mas não o fez. É um capitão muito estranho. Se isso significa ser um campeão, então prefiro não ser", escreveu. 

Leia também