Ocon (Alpine) vence na Hungria seu primeiro GP de F1; Hamilton volta à líderança

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·4 minuto de leitura
O piloto francês da Alpine, Esteban Ocon, é carregado pelo piloto espanhol da Alpine, Fernando Alonso, após o Grande Prêmio da Hungria de Fórmula 1 no autódromo de Hungaroring em Mogyorod, perto de Budapeste, em 1º de agosto de 2021
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O piloto francês Esteban Ocon (Alpine) venceu o primeiro Grande Prêmio da sua carreira, aos 24 anos, neste domingo na Hungria em uma corrida alucinante e de vários abandonos após uma confusão na largada, que precisou ser refeita.

Ocon, que ficou em segundo no caos da primeira curva após vários acidentes, resistiu aos ataques do veterano Sebastian Vettel (Aston Martin) para conquistar a vitória. Lewis Hamilton (Mercedes), que ficou em último durante algumas voltas, conseguiu uma recuperação espetacular e terminou em terceiro, reconquistando a liderança do Mundial que pertencia a Max Verstappen (Red Bull). O holandês se envolveu no acidente na primeira volta e terminou a prova em décimo. O britânico tem agora uma vantagem de seis pontos.

Ocon também deu à sua equipe Alpine, novo nome da Renault na F1, seu primeiro triunfo desde 2008, quando Fernando Alonso venceu no Japão.

Este Grande Prêmio da Hungria entrará na história das corridas loucas da Fórmula 1. E como Olivier Panis em 1996 em Mônaco, ou Pierre Gasly em 2020 em Monza na Itália, foi um francês que soube aproveitar as circunstâncias.

Ocon precisou de 78 GPs para entrar no seleto clube dos vencedores de Grandes Prêmios, agora composto por 111 pilotos.

Asim que garantiu a vitória, o francês comemorou correndo pela área dos boxes, pulou de alegria e abraçou Alonso.

"Que momento! Isso é muito bom. Tivemos momentos difíceis nesta temporada, mas continuamos trabalhando. Não sei o que dizer, é simplesmente fantástico. É um trabalho de equipe", declarou o vencedor antes de subir para a premiação.

Ocon dividiu o pódio com onze campeonatos mundiais: os quatro de Vettel e os sete de Hamilton, que parabenizaram o francês.

A corrida começou às 10h00 (horáriode Brasília) com chuva e na primeira curva Valtteri Bottas (Mercedes), Sergio Pérez (Red Bull), Charles Leclerc (Ferrari), Lando Norris (McLaren) e Lance Stroll (Aston Martin) tiveram que abandonar.

Verstappen, que foi atingido em meio ao caos, terminou em décimo, com o carro danificado.

--- Classificação do Grande Prêmio da Hungria:

1. Esteban Ocon (FRA/Alpine-Renault) 306,630 km em 2h 04:43.199

2. Sebastian Vettel (ALE/Aston Martin-Mercedes) à 24:32.858

3. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) à 24:33.735

4. Carlos Sainz Jr (ESP/Ferrari) à 24:46.017

5. Fernando Alonso (ESP/Alpine-Renault) à 24:46.650

6. Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri-Honda) à 25:34.613

7. Yuki Tsunoda (JPN/AlphaTauri-Honda) à 25:46.802

8. Nicholas Latifi (CAN/Williams-Mercedes) à 25:48.909

9. George Russell (GBR/Williams-Mercedes) à 25:50.093

10. Max Verstappen (HOL/Red Bull-Honda) à 25:51.243

11. Kimi Räikkönen (FIN/Alfa Romeo-Ferrari) à 1 volta

12. Daniel Ricciardo (AUS/McLaren-Mercedes) à 1 volta

13. Mick Schumacher (ALE/Haas-Ferrari) à 1 volta

14. Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo-Ferrari) à 1 volta

Melhor volta na corrida: Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri-Honda) 1:18.394 na 70ª volta (média: 270,526 km/h)

Abandonos:

Charles Leclerc (MON/Ferrari): acidente na 1ª volta

Valtteri Bottas (FIN/Mercedes): acidente na 1ª volta

Sergio Pérez (MEX/Red Bull-Honda): acidente na 1ª volta

Lance Stroll (CAN/Aston Martin-Mercedes): acidente na 1ª volta

Lando Norris (GBR/McLaren-Mercedes): problema mecânico na 3ª volta (após o acidente na 1ª volta)

Nikita Mazepin (RUS/Haas-Ferrari): problema mecânico na 4ª volta

- Mundial de pilotos:

1. Lewis Hamilton (GBR) 192 pts

2. Max Verstappen (HOL) 186

3. Lando Norris (GBR) 113

4. Valtteri Bottas (FIN) 108

5. Sergio Pérez (MEX) 104

6. Charles Leclerc (MON) 80

7. Carlos Sainz Jr (ESP) 80

8. Daniel Ricciardo (AUS) 50

9. Sebastian Vettel (ALE) 48

10. Pierre Gasly (FRA) 48

11. Esteban Ocon (FRA) 39

12. Fernando Alonso (ESP) 36

13. Lance Stroll (CAN) 18

14. Yuki Tsunoda (JPN) 16

15. Nicholas Latifi (CAN) 4

16. George Russell (GBR) 2

17. Kimi Räikkönen (FIN) 1

18. Antonio Giovinazzi (ITA) 1

19. Mick Schumacher (ALE) 0

20. Nikita Mazepin (RUS) 0

- Mundial de construtores:

1. Mercedes 300 pts

2. Red Bull-Honda 290

3. McLaren-Mercedes 163

4. Ferrari 160

5. Alpine-Renault 75

6. Aston Martin-Mercedes 66

7. AlphaTauri-Honda 64

8. Williams 6

9. Alfa Romeo Racing-Ferrari 2

10. Haas-Ferrari 0

./bds/dlo/ole/gf/gh/iga/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos