Observado por Ramon, Fellipe Bastos tem chance de voltar a se consolidar


Mesmo com o retorno do Vasco a campo adiado devido às confusões ocorridas nos bastidores do Estadual no sábado passado, a preparação para o duelo com o Macaé já indicou uma mudança na equipe. O recém-efetivado técnico Ramon Menezes deve abrir espaço para um velho conhecido dos cruz-maltinos: Fellipe Bastos.

O volante foi testado no lugar de Raul durante o treinamento, o que condiz com o que o novo comandante projeta para o Cruz-Maltino. Além de mostrar sua força, Bastos tem a chance de se firmar como um dos pilares que Ramon precisa para o decorrer da temporada.

- Queremos aquela mescla de juventude e experiência. Nosso grupo é muito forte e precisamos de todo mundo para fazer parte deste processo. Estou passando para os atletas que temos opções e vamos precisar de todos. Eles têm de saber arrancar os aplausos de torcedores - declarou o técnico.




Um dos jogadores que foram campeões da Copa do Brasil de 2011 pelo Vasco, Fellipe Bastos tem suas passagens no clube marcadas por altos e baixos (e inclusive um lampejo em 2019, quando, em 15 partidas, só marcou um gol na vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo). No entanto, o impasse em torno da renovação de seu vínculo fez com que o jogador de 30 anos sequer entrasse em campo com Abel Braga.

Marcado por ser cobrador de faltas e ter postura aguerrida, Fellipe Bastos tem a missão de conseguir um bom entrosamento com Andrey. O jovem volante, de 22 anos, retomava seu bom momento até a escalada da pandemia do novo coronavírus paralisar as competições. Além disto, o desafio de fazer o elo entre o meio e o setor ofensivo tende a passar pelos pés de Bastos em alguns momentos (por mais que Bruno César, também cotado como titular, seja o meia de criação).

Nas imagens divulgadas pela VascoTV, o técnico Ramon Menezes também aparece orientando seu posicionamento. Os espaços deixados pelo camisa 6 em algumas partidas fizeram não só com que ele perdesse espaço como também deram brechas para os adversários surgirem com perigo.

Em um momento no qual o novo treinador luta para encontrar uma "atmosfera positiva" na Colina, resta a Fellipe Bastos se desdobrar em campo. Afinal, além de superar a desconfiança inicial da torcida, a reta final do Estadual pode ser a chance de se consolidar como titular da equipe cruz-maltina.







Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também