Sem ‘oba-oba’, elenco do Palmeiras treina até pênaltis no Pacaembu

Apesar de ter vencido o Grêmio Novorizontino no último domingo por 3 a 1 e, assim, ter conquistado uma larga vantagem no confronto válido pelas quartas de final do Campeonato Paulista, o técnico Eduardo Baptista não quer saber de qualquer clima de ‘já ganhou’ dentro do elenco alviverde. Prova disso é o fato do comandante palmeirense ter levado seu elenco para o estádio do Pacaembu, palco da partida de volta, marcada para esta sexta, às 21 horas (horário de Brasília), sem que a imprensa pudesse ter acesso ao treinamento.

Segundo a assessoria do clube, Eduardo Baptista armou a equipe que deve começar o jogo, ensaio jogadas, trabalhou a bola aérea e não deixou de colocar os atletas para aperfeiçoar as cobranças de pênaltis. Para que a vaga seja definida na marca da cal, o Novorizontino tem que devolver os 3 a 1 na Capital Paulista.

Apesar do mistério, as únicas dúvidas estavam na zaga e no meio de campo, mas o treinador já definiu que Vitor Hugo ficará no banco de reservas e Guerra deve suprir a ausência de Roger Guedes, expulso domingo passado. Com isso, o Palmeiras entrará em campo com: Fernando Prass; Fabiano, Yerry Mina, Edu Dracena e Zé Roberto; Felipe Melo; Willian, Tchê Tchê, Alejandro Guerra e Dudu; Miguel Borja.

Já no início da noite dessa quinta, toda a delegação palmeirense se dirigiu ao CT para jantar e entrar em concentração para o duelo. Aliás, quem ficou na Academia e não esteve com a equipe no Pacaembu foi o lateral Jean. Ainda se recuperando de lesão, o jogador treinou com bola em um campo reduzido e deu sinais de evolução. Jean está afastado desde a vitória do Palmeiras sobre o Santos, quando sofreu uma fissura no pé direito decorrente de um pisão.