O XI ideal combinado entre São Paulo e Flamengo, com base nas prováveis escalações

Nathalia Almeida
·4 minuto de leitura

Nesta quinta-feira (25), São Paulo e Flamengo protagonizam um dos jogos que atrairá mais olhares e holofotes nesta 38ª e derradeira rodada do Brasileirão 2020. O time paulista precisa da vitória para garantir sua vaga no G-4, enquanto os cariocas jogam pelo bicampeonato brasileiro: uma vitória no Morumbi garante a taça ao Rubro-Negro, sem que dependa de nenhum outro resultado.

No aquecimento para este grande jogo, analisamos as duas prováveis escalações titulares - você pode conferi-las aqui -, e montamos o nosso XI ideal combinado. Momento/poder de decisivo foram os fatores mais levados em consideração para chegarmos a este time. Jogadores reservas, machucados ou suspensos não entraram na análise.

Confira como ficou:

Hugo Souza (Flamengo)

2020 Brasileirao Series A: Corinthians v Flamengo Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus | Alexandre Schneider/Getty Images
2020 Brasileirao Series A: Corinthians v Flamengo Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus | Alexandre Schneider/Getty Images

Tiago Volpi fazia um grande campeonato e era a grande referência do sistema defensivo tricolor, até cair de rendimento junto ao restante do elenco e cometer falhas individuais que repercutiram nas últimas semanas. Ao passo que o arqueiro são-paulino caiu, o jovem Hugo Souza cresceu e vem fazendo grandes jogos nesta reta final do Brasileirão. Momento do rubro-negro é melhor.

Mauricio Isla (Flamengo)

2020 Brasileirao Series A: Gremio v Flamengo Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus (COVID | Silvio Avila/Getty Images
2020 Brasileirao Series A: Gremio v Flamengo Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus (COVID | Silvio Avila/Getty Images

O lateral chileno comete seus deslizes no aspecto defensivo, mas compensa demais na frente com triangulações, ultrapassagens e assistências (são cinco no Brasileirão). Leva muita vantagem em relação a Igor Vinícius.

Bruno Alves (São Paulo)

2020 Brasileirao Series A: Sao Paulo v Fortaleza Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus | Miguel Schincariol/Getty Images
2020 Brasileirao Series A: Sao Paulo v Fortaleza Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus | Miguel Schincariol/Getty Images

O Tricolor Paulista cresceu muito defensivamente a partir do momento em que Diniz voltou com Bruno Alves entre os titulares. As grandes atuações do zagueiro ajudam a explicar como o São Paulo, mesmo tão criticado pela dificuldade de marcar, está entre as cinco melhores defesas do Brasileiro.

Rodrigo Caio (Flamengo)

2020 Brasileirao Series A: Flamengo v Ceara | Bruna Prado/Getty Images
2020 Brasileirao Series A: Flamengo v Ceara | Bruna Prado/Getty Images

As lesões foram um problema para Rodrigo Caio na temporada, e isso impede que seu nome entre no debate para a seleção do Brasileirão. Contudo, tecnicamente falando, é um dos melhores da posição em atividade na Série A. Passa muita segurança.

Filipe Luís (Flamengo)

2020 Brasileirao Series A: Flamengo v Ceara | Bruna Prado/Getty Images
2020 Brasileirao Series A: Flamengo v Ceara | Bruna Prado/Getty Images

Se Reinaldo estivesse confirmado para o confronto, a discussão aqui seria mais acirrada, já que o tricolor faz um ótimo campeonato. Mas ele está suspenso e será substituído por Wellington, facilitando a concorrência para Filipe Luís.

Gerson (Flamengo)

2020 Brasileirao Series A: Flamengo v Santos | Wagner Meier/Getty Images
2020 Brasileirao Series A: Flamengo v Santos | Wagner Meier/Getty Images

Possivelmente, estamos falando do melhor volante do Brasileirão 2020. Seu desempenho não aparece muito nos números gerais (gols ou assistências), mas Gerson é vital para o equilíbrio, volume e organização do meio de campo rubro-negro.

Diego (Flamengo)

2020 Brasileirao Series A: Corinthians v Flamengo Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus | Alexandre Schneider/Getty Images
2020 Brasileirao Series A: Corinthians v Flamengo Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus | Alexandre Schneider/Getty Images

Se encontrou como segundo volante e tem sido fundamental para este crescimento do Flamengo na hora certa. Sempre criticado pela torcida por não chamar a responsabilidade, tem mostrado atitude digna de camisa 10. Leva vantagem em relação a Tchê Tchê, pelo momento.

Everton Ribeiro (Flamengo)

2020 Brasileirao Series A: Flamengo v Ceara | Bruna Prado/Getty Images
2020 Brasileirao Series A: Flamengo v Ceara | Bruna Prado/Getty Images

O camisa 7 não repete o desempenho estrelado de 2019, mas faz um bom campeonato. Mesmo em um ano não tão inspirado, participou diretamente de 13 gols rubro-negros na competição. Nenhum meia são-paulino passa perto de repetir esse número.

Arrascaeta (Flamengo)

2020 Brasileirao Series A: Flamengo v Fluminense Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus | Wagner Meier/Getty Images
2020 Brasileirao Series A: Flamengo v Fluminense Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus | Wagner Meier/Getty Images

Fechamos o setor de meio-campo com o jogador mais decisivo do Flamengo neste último terço de Brasileirão. O armador uruguaio está jogando muito e gera muito mais impacto no jogo do time carioca do que Daniel Alves na equipe do Morumbi.

Luciano (São Paulo)

Brasileirao Series A: Sao Paulo v Palmeiras Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus (COVID - | Alexandre Schneider/Getty Images
Brasileirao Series A: Sao Paulo v Palmeiras Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus (COVID - | Alexandre Schneider/Getty Images

Se o São Paulo chegou a ter grandes chances de título brasileiro nesta temporada, isso passa diretamente por Luciano. O atacante fez um campeonato sublime, em muitas ocasiões 'carregando' o time nas costas. São 17 gols e três assistências em 30 jogos disputados, números superados apenas por Galhardo, Marinho e Claudinho.

Gabriel Barbosa (Flamengo)

Brasileirao Series A: Flamengo v Internacional | Buda Mendes/Getty Images
Brasileirao Series A: Flamengo v Internacional | Buda Mendes/Getty Images

Gabi não fez uma boa primeira metade de Brasileirão, mas sem os seus gols decisivos nesta reta final da competição, o Rubro-Negro não teria promovido uma reviravolta na corrida pelo título. Assim como fez em Lima, vem mostrando que é jogador de 'hora H'.