O XI ideal combinado entre Bahia e Ceará, finalistas da Copa do Nordeste

Lucas Humberto
·4 minuto de leitura

Bahia e Ceará se enfrentam neste sábado (01), às 16h, pelo primeiro jogo da final da Copa do Nordeste, em Pituaçu. Para além da tradição, será um duelo entre melhor ataque e defesa menos vazada do torneio. Com bons nomes de ambos lados, o 90min preparou um XI ideal combinado entre Esquadrão de Aço e Vozão. Saiba tudo sobre esta partida neste artigo.

1. Richard

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O Ceará sofreu três gols em 10 partidas disputadas pelo Nordestão. Os bons zagueiros do Vozão auxiliam na consistência defensiva, claro, mas Richard vive excelente fase na meta do clube e entra como melhor goleiro no jogo.

2. Messias

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Soberano na defesa do Ceará, Messias costuma entregar muita regularidade nos duelos aéreos e pelo chão. O zagueiro corta bolas com muitas precisão e não é facilmente driblado.

3. Germán Conti

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Do Cólon ao Benfica, Germán Conti não costuma decepcionar. E olha que sua missão no Esquadrão de Aço não é fácil, visto que o Bahia teve uma das piores defesas do último Campeonato Brasileiro. Contudo, o argentino deu muita segurança ao setor e, hoje, assume condição de protagonista.

4. Bruno Pacheco

Bruno Pacheco em ação pelo Ceará. | Alexandre Schneider/Getty Images
Bruno Pacheco em ação pelo Ceará. | Alexandre Schneider/Getty Images

A qualidade do sistema defensivo do Vozão passa diretamente pela recomposição de Bruno Pacheco. No entanto, ele também se destaca pela presença nos metros finais do campo e eficiência nos cruzamentos.

5. Nino Paraíba

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Nino Paraíba recentemente alcançou marca de 150 jogos pelo Bahia. O experiente lateral-direito do Esquadrão de Aço reúne todas as características para uma boa decisão: técnica, raça e muita habilidade.

6. Vina

Vina pode desequilibrar na final. | Bruna Prado/Getty Images
Vina pode desequilibrar na final. | Bruna Prado/Getty Images

Sabemos que Vina conhece bem o caminho do gol. Acontece que esse não é seu único trunfo no Vozão, já que sua participação neste início de temporada tem sido mais focada na construção de jogadas e domínio do meio-campo. Seja como homem dos metros finais ou como coadjuvante de luxo, ele não deve passar em branco na final.

7. Patrick de Lucca

Patrick de Lucca tem sido um dos destaques do Bahia. | Pedro Vilela/Getty Images
Patrick de Lucca tem sido um dos destaques do Bahia. | Pedro Vilela/Getty Images

Sem sombra de dúvidas, um dos maiores destaques deste Nordestão. Aliás, seu bom desempenho foi notado pelo Benfica, que monitora de perto a situação do volante. Não é para menos, Patrick de Lucca, 21 anos, joga com vigor da juventude e inteligências de veterano.

8. Thaciano

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Thaciano veio do Grêmio e teve encaixe praticamente imediato no Esquadrão de Aço. O meio-campista deixou uma assistência e anotou um gol na fase final do torneio, ou seja, chega confiante e bem entrosado ao time.

9. Rodriguinho

Rodriguinho é um dos trunfos do Bahia na final. | Pedro Vilela/Getty Images
Rodriguinho é um dos trunfos do Bahia na final. | Pedro Vilela/Getty Images

Consistência de atacante e inteligência de meio-campista. Esse é Rodriguinho no Bahia. Ele pode até não balançar as redes, mas costuma deixar seus companheiros em boas condições nos metros finais.

10. Steven Mendoza

Mendoza costuma ser decisivo pelo Vozão. | RONALDO SCHEMIDT/Getty Images
Mendoza costuma ser decisivo pelo Vozão. | RONALDO SCHEMIDT/Getty Images

Mendoza tem três gols e mesmo número de assistências em nove partidas pelo Ceará. Chega à final como maior definidor do Vozão e faz frente ao Gilberto.

11. Gilberto

Definidor nato, Gilberto é o grande goleador da Copa do Nordeste. | Wagner Meier/Getty Images
Definidor nato, Gilberto é o grande goleador da Copa do Nordeste. | Wagner Meier/Getty Images

Como mencionamos anteriormente, o Bahia é dono do melhor ataque do torneio e grande parte desse status passa pelos pés de Gilberto. Definidor nato, ele tem sete gols na conta e, se chegar em boa condição na meta adversária, costuma desequilibrar...