O XI ideal combinado entre Bélgica e Itália, com base nas prováveis escalações

·3 minuto de leitura

Nesta sexta-feira (2), a bola volta a rolar pelos gramados europeus para a competição de seleções mais comentada do momento: a Eurocopa.

Marcado pelo altíssimo nível técnico e pelas muitas surpresas em sua fase de oitavas de final, o torneio chega às quartas trazendo um duelo bem pesado, que facilmente poderia ser a decisão da edição: Bélgica e Itália se enfrentam na Allianz Arena, em Munique, partida programada para as 16h de Brasília.

Levando em conta as prováveis escalações das duas seleções, montamos o nosso tradicional XI ideal combinado entre belgas e italianos. Desfalques confirmados como Eden Hazard e Kevin de Bruyne não foram considerados. Confira:

1. Thibaut Courtois (Bélgica)

Courtois teve grande exibição diante de Portugal | Isosport/MB Media/Getty Images
Courtois teve grande exibição diante de Portugal | Isosport/MB Media/Getty Images

O jovem Donnarumma é um excelente goleiro e está entre os melhores do mundo na atualidade, mas Courtois também vive fase espetacular e leva vantagem na experiência. Teve grande exibição contra Portugal.

2. Toby Alderweireld (Bélgica)

Alderweireld faz uma boa Euro e é uma referência na última linha | Quality Sport Images/Getty Images
Alderweireld faz uma boa Euro e é uma referência na última linha | Quality Sport Images/Getty Images

A Itália joga no 4-3-3, e a Bélgica no 3-4-3. Por isso, tivemos que fazer uma adaptação no nosso XI ideal, "improvisando" o zagueiro Toby Alderweireld pela direita. Faz uma grande Euro e não poderia ficar de fora.

3. Leonardo Bonucci (Itália)

Bonucci é o capitão da Itália | Visionhaus/Getty Images
Bonucci é o capitão da Itália | Visionhaus/Getty Images

No duelo com o experiente Vermaelen, melhor para o capitão italiano, tecnicamente superior em relação ao belga. Tem sido o grande líder moral da Azzurra neste torneio.

4. Giorgio Chiellini (Itália)

Chiellini retorna ao time titular neste confronto | Claudio Villa/Getty Images
Chiellini retorna ao time titular neste confronto | Claudio Villa/Getty Images

Em que pese o fato de não estar na melhor forma física - as lesões têm sido constantes -, o camisa 3 italiano segue sendo, em QI de futebol, um dos grandes defensores do futebol mundial. Superior a Vertonghen.

5. Leonardo Spinazzola (Itália)

Spinazzola está "voando" no apoio | Claudio Villa/Getty Images
Spinazzola está "voando" no apoio | Claudio Villa/Getty Images

É um dos melhores jogadores da Itália nesta Eurocopa. Com intensidade, vigor físico e muita qualidade no apoio, tem brilhado nas assistências e nos passes decisivos.

6. Jorginho (Itália)

Jorginho é um dos "cérebros" do meio-campo italiano | Claudio Villa/Getty Images
Jorginho é um dos "cérebros" do meio-campo italiano | Claudio Villa/Getty Images

Temporada espetacular. Campeão da Champions pelo Chelsea, o camisa 8 agora sonha em conquistar a Europa em nível de seleções. E tem jogado muito para isso, sendo o grande 'maestro' do meio-campo da Azzurra.

7. Youri Tielemans (Bélgica)

Tielemans é importante para equilíbrio da Bélgica | Isosport/MB Media/Getty Images
Tielemans é importante para equilíbrio da Bélgica | Isosport/MB Media/Getty Images

A ausência de Eden Hazard e principalmente de Kevin de Bruyne aumenta (e muito!) a responsabilidade criativa dos volantes belgas. Tielemans, de muito talento com a bola no pé e qualidade no apoio, tem potencial para ser decisivo.

8. Marco Verratti (Itália)

Verratti é um dos nomes mais importantes desta equipe | Claudio Villa/Getty Images
Verratti é um dos nomes mais importantes desta equipe | Claudio Villa/Getty Images

"Todocampista" moderno e que enxerga o jogo com grande facilidade, Verratti é especial. Isso ajuda a explicar o porquê de seus companheiros de equipe o procurarem em campo todo momento.

9. Romelu Lukaku (Bélgica)

Lukaku está em forma exuberante | Alexander Hassenstein/Getty Images
Lukaku está em forma exuberante | Alexander Hassenstein/Getty Images

Sem dúvida, um dos grandes jogadores da temporada 2020/21 e da Euro até o momento. Lukaku está em forma exuberante e, dependendo do desenrolar da competição, pode até brigar pela Bola de Ouro. A Bélgica precisará muito dele hoje, já que os desfalques são pesados.

10. Thorgan Hazard (Bélgica)

Thorgan decidiu contra Portugal | Isosport/MB Media/Getty Images
Thorgan decidiu contra Portugal | Isosport/MB Media/Getty Images

No embate com Insigne, melhor para o belga, que brilhou demais no duelo de oitavas contra Portugal. Considerado por muito tempo como "patinho feio" entre os irmãos Hazard, Thorgan tem sido mais importante que Eden para os Diabos Vermelhos nos últimos dois anos.

11. Federico Chiesa (Itália)

Chiesa mudou o jogo contra a Áustria | Andy Rain - Pool/Getty Images
Chiesa mudou o jogo contra a Áustria | Andy Rain - Pool/Getty Images

Após dias e dias de muitas manifestações populares na Itália, Mancini ouviu o torcedor azzurra e definiu que Chiesa será titular no lugar de Berardi. Uma mudança justa e merecida, já que o camisa 14 tem decidido jogos com sua agudez, velocidade e coragem. Melhor que Carrasco.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos