O troco ou quase nada: Vasco encara o Cruzeiro para devolver resultado e se permitir sonhar com o acesso

·1 minuto de leitura


O jogo do primeiro turno teve o Vasco saindo na frente, mas levando a virada do Cruzeiro no Mineirão. Na ocasião, o time comandado por Marcelo Cabo vivia uma irregularidade até então surpreendente no início da Série B. Chegamos ao segundo turno e a campanha cruz-maltina é tão ruim que dar o troco, neste domingo, em São Januário, é quase vital.

Muita coisa aconteceu entre um jogo e outro. Mudança de treinador, pressão interna e externa, mas a grande alteração foi de resultados: não vencer passou a ser uma frequente. Tanto que o time já vive uma situação alarmante na busca pelo acesso à Série A do Campeonato Brasileiro.

- Não tem outra coisa a fazer que não pensar no Cruzeiro. A frustração é evidente, mas os jogadores sabem que conseguiram corresponder - garantiu Fernando Diniz após o empate com o CRB.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

O treinador fazia o primeiro jogo dele pelo Vasco, mas o empate nos últimos minutos gerou mais atraso na tentativa de recuperação na tabela. Ele entende, contudo, que o desempenho dos jogadores o animou.

- O clima no vestiário era de frustração e também de alento por saber que é um grande time, que pode jogar bem, vencer e conseguir o acesso. Objetivo é fazer o time subir, é a tarefa. Os jogadores fizeram coisas que não estão acostumados a fazer - ponderou Diniz.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos