'O São Paulo parou no tempo, está acomodado', diz Muricy Ramalho sobre situação atual do clube

Muricy é coordenador de futebol do São Paulo desde 2021 (Divulgação / São Paulo)


Muricy Ramalho, ex-técnico do São Paulo e atual coordenador de futebol, falou sobre a situação que o clube enfrenta. Segundo as palavras do ídolo tricolor, o time está 'acomodado'.

Em entrevista ao canal 'Benja Me Mucho', Muricy falou sobre a diferença do São Paulo das épocas vitoriosas em comparação aos dias atuais. Como treinador, o profissional foi tricampeão do Campeonato Brasileiro (em 2006, 2007 e 2008). Ao argumentar, também citou a 'Era Telê'.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Quem foi o craque da Copinha 2023? LANCE! escuta especialistas

Veja tabela do Campeonato Paulista e simule os próximos jogos

De acordo com Muricy, no passado, o São Paulo era o maior time do Brasil e destacou que era o 'sonho de todos os jogadores'. Mas mesmo assim, toda vez que ganhava algo, ia se acomodando. E essa comodidade não era restrita somente aos jogadores, mas também agregava dirigentes e membros da cúpula tricolor no geral.

- O São Paulo ganhava tudo. Com Telê, eu também estava lá. O São Paulo parou no tempo, lá para atrás. Era o principal no Brasil e um do mundo. Todos os jogadores queriam vir para o São Paulo. Quando você começa a ganhar muito, você se acomoda. Cada vez que ganhava mais um, via muita gente acomodada. Jogador acomodado, dirigente acomodado, comissão. Tinha que ter um louco que nem eu para cobrar os caras. Você tem que estar toda hora. Isso custa, toda hora brigar - disse.

Veja as movimentações do São Paulo no mercado da bola

Muricy Ramalho alegou que o São Paulo 'parou no tempo', e desde quando isso começou a acontecer, parou de investir. Mas o coordenador de futebol destacou que o clube está tentando retornar ao patamar que ocupava antes, mas esbarra na questão financeira. Mesmo com uma redução, atualmente a dívida do Tricolor beira os R$ 600 milhões.

- O São Paulo parou naquele tempo. Se acomoda, não investe mais, o São Paulo estava no automático. Agora está tentando retornar, mas a diferença econômica é gigante. A diretoria está fazendo um milagre para pagar os caras e contratar - completou.

Mas mesmo em meio a este contexto, Muricy afirmou que o Tricolor paulista se encontra em um processo de restruturação. Durante sua fala, foram citadas as modernizações do Centro de Treinamento e a expectativa de mais investimentos no próximo ano.

- Agora estamos tentando retomar. O CT melhorou demais, está tentando voltar ao que era antigamente. Estão arrumando a casa, ano que vem - com certeza-, teremos mais investimentos. Mas não é fácil no jeito que pegaram - concluiu.

Muricy Ramalho foi revelado nas categorias de base do Tricolor, atuou como jogador durante a década de 1970, foi treinador e agora segue no clube como coordenador de futebol desde 2021.