'O respeito deve permanecer', diz Casagrande sobre 'climão' com PVC

·1 minuto de leitura

O ex-jogador Walter Casagrande e o comentarista Paulo Vinícius Coelho tiveram um debate quente durante o "Seleção SporTV" desta sexta-feira. Casagrande, contudo, utilizou sua coluna no portal ge.globo para falar um pouco de sua discordância com PVC e afirmar que foi um debate amistoso. O ex-atleta ressaltou que gosta de ouvira as opiniões do comentarista por serem divergentes. 

- São duas visões diferentes num mesmo jogo, o que enriquece as opiniões sobre a partida. [...] Fora as inúmeras vezes em que já conversamos sobre futebol numa viagem, em coberturas de Copas do Mundo, em um jantar, em um café. E normalmente pensamos de forma diferente! Gosto de ouvir as opiniões dele porque me fazem refletir em cima das diferenças - disse o ex-jogador. 

- A questão é levar esse debate de modo educado, sem xingamentos, ofensas e qualquer outro tipo de agressão. O respeito deve permanecer. [...] Tanto eu como o PVC somos do bem e isso nos deixa à vontade para entrarmos num debate mais profundo. Entre nós não existe prepotência e nem arrogância e sim defesa dos argumentos - acrescentou Casagrande.

- Se a intenção de um programa esportivo é caminhar em um debate de mãos dadas, com todos dizendo "Concordo", é melhor não colocarem eu e o PVC nesse programa. Enfim, não existe discussão e sim debate. Não existe imposição e sim defesa de argumentos. - concluiu Walter Casagrande.

O "climão" entre Casagrande e Paulo Vinícius Coelho se deu no debate sobre a final do Campeonato Paulista. Em determinado ponto, Casão rebateu PVC sobre a utilização de reservas em decisões ou perto de finalíssimas de Estaduais, discordando que os jogadores entendam que os campeonatos locais são menores. PVC argumentou que, na Inglaterra, copas e ligas menos badaladas são menos prioritárias.