O que você precisa saber para começar o domingo

Ebrahim Noroozi/AP
Ebrahim Noroozi/AP

O Irã admite culpa pelo míssil que atingiu avião com 176 pessoas; subsídio pretendido pelo governo Bolsonaro a igrejas custaria mais de R$ 30 milhões aos consumidores; jornalista da ESPN que perdeu filho de 5 anos faz agradecimento emocionado.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Veja aqui o que você precisa saber para começar o domingo:

Irã admite culpa por desastre aéreo e pede “desculpas”

O Estado-Maior das Forças Armadas iranianas admitiu nesse sábado que um "erro humano" foi a origem da catástrofe com o Boeing 737 da Ukrainian Airlines, e Teerã pediu desculpas pelo incidente, cuja origem foi o "aventureirismo" dos Estados Unidos. O aparelho, no qual viajavam 176 pessoas, foi identificado como um "avião hostil" e "atingido" no momento em que a ameaça inimiga se encontrava "no mais alto nível", revelou um comunicado divulgado pela agência oficial de notícias Irna.

Jornalista da ESPN agradece solidariedade

O jornalista Mendel Bydlowski, repórter da ESPN, divulgou mensagem em seu Twitter para falar sobre a morte de seu filho Arthur, de apenas 5 anos, que caiu de um prédio no Guarujá. O jornalista estava com a mulher e os dois filhos a passeio na cidade quando o acidente ocorreu. Arthur caiu de um prédio localizado na Avenida Marechal Deodoro da Fonseca, em frente à praia de Pitangueiras, esquina com a Rua Rio de Janeiro. O menino não resistiu aos ferimentos.

Preso mentor de roubo em Guarulhos

Foi preso na madrugada deste sábado um homem suspeito de ser o mentor do roubo de 700 quilos de ouro no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, em julho do ano passado. Segundo informações da Polícia Civil, o suspeito é Francisco Teotônio da Silva Pasqualini, mais conhecido como "Véio", que teve a prisão decretada pela Justiça sob a acusação de comandar o cinematográfico roubo, que contou com carros clonados da Polícia Federal e da Aeronáutica para ter acesso ao hangar da transportadora de valores. Na fuga, a quadrilha utilizou uma ambulância.

Contra gravidez precoce, a espera

Em uma nota divulgada nessa sexta (10), o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos defendeu "os benefícios da iniciação sexual tardia por adolescentes como estratégia de prevenção primária à gravidez na adolescência." A fim de justificar a campanha que pretende lançar, a pasta cita ainda existirem estudos científicos que embasariam o tema, embora não traga qualquer detalhe sobre eles. "Essa política está sendo considerada como estratégia para redução da gravidez na adolescência por ser o único método 100% eficaz", informa o texto.

Suspeito de atacar Porta dos Fundos

O principal suspeito de ter ateado fogo na sede da produtora Porta dos Fundos, Eduardo Fauzi, informou à Justiça que chega ao Rio de Janeiro no começo da manhã do próximo dia 30. Fauzi viajou para Moscou no fim de dezembro, dias após o ataque a bomba, na véspera de Natal. As passagens já foram anexadas pela defesa no pedido de habeas corpus enviado ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

Energia subsidiada a igrejas

A possibilidade de se criar uma modalidade tarifária diferenciada para reduzir custos de templos religiosos com energia elétrica equivale a uma política que exigiria cerca de R$ 30 milhões por ano dos cofres públicos. A estimativa foi feita nessa sexta (10) pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque. Estudada pelo governo Jair Bolsonaro (sem partido), políticas como essa têm seus custos bancados pelos consumidores de energia em geral, por meio de encargo cobrado nas contas de luz que abastece a chamada Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) –responsável por recursos para programas que incluem desde descontos para clientes de baixa renda até apoio a fontes renováveis e ao carvão mineral.

Leia também