O que o torcedor do Vasco pode esperar de Léo Jabá, atacante apresentado pelo clube

Lucas Humberto
·2 minuto de leitura

Novidade na área! Nesta sexta-feira (26), o Vasco apresentou Léo Jabá, quarto reforço da equipe. O atacante de 22 anos assinou contrato de produtividade até o fim do ano e revelou não ter hesitado em aceitar a proposta do Cruzmaltino.

No início do mês, o jogador esteve muito próximo do Atlético-GO. Ele chegou a apresentar-se para exames médicos, mas recuou e assinou com o Gigante da Colina.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Assim como todas as contratações do Vasco até agora, Léo Jabá firmou um contrato de produtividade, sendo que o clube arcará com uma pequena parte do salário, referente ao auxílio moraria. O vínculo poderá ser encerrado no fim de junho, sem custos, caso ele não esteja presente em um determinado percentual de partidas.

Agradeço pela oportunidade de vestir a camisa do Vasco, que é muito grande. Venho para aprender e ajudar. Sou jovem, mas tenho experiência lá fora. Quero jogar e ajudar os meus companheiros. Quero voltar a jogar o meu futebol e evoluir.afirmou em coletiva

Léo Jabá conta que seu pai é vascaíno e chorou ao saber da negociação: "Meu pai ficou muito emocionado, ele é da Bahia e no Nordeste você sabe como é a torcida. Meu pai é vascaíno. Quando falei que ia para o Vasco ele ficou arrepiado e chorou. Queria estar aqui. Essa camisa vai para ele. Não vejo a hora de voltar a torcida para eu ter o caldeirão ao meu favor."

O atleta foi revelado na base do Corinthians e promovido em 2017 pelo técnico Fábio Carille. Jabá foi negociado com o Akhmat Grozny, da Rússia e, posteriormente, vendido ao PAOK, da Grécia.

Léo Jabá foi revelado na base do Corinthians. | MB Media/Getty Images
Léo Jabá foi revelado na base do Corinthians. | MB Media/Getty Images

Ele também comentou sobre suas características de jogo e relação com Cano: "Eu tive pouco contato com o Cano. Meu armário é ao lado do dele. Estamos nos comunicando no treino e tentando nos entender. Tenho certeza que posso ajudá-lo e ele pode me ajudar também. Tenho características de força e velocidade. Jogo pelas beiradas, mas também posso jogar pelo meio como falso nove."

Passagens anteriores e números do atacante

Criado na base do Timão, Léo Jabá teve poucas oportunidades enquanto profissional. À época, o atacante mostrava versatilidade, embora tenha jogado somente 36 minutos sob o comando de Fábio Carille.

Enquanto estava no PAOK, o atacante sofreu uma grave lesão e acabou perdendo espaço no clube. Antes do ocorrido, ele tinha bons números: foram sete gols e 11 assistências em 50 jogos, mostrando potencial como atacante pelas laterais.

Léo Jabá é promissor e chega para somar no Gigante da Colina. Para o Dragão, que passou próximo de ter o jogador, é uma grande perda.

Veja imagens oficiais da apresentação:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.