O que o Flamengo precisa para ser o primeiro lugar geral na Libertadores

·1 minuto de leitura


Na noite desta quarta-feira, mais precisamente às 21h, a bola rola no Maracanã para o confronto entre o invicto Flamengo e a LDU, válido pela 5ª rodada do Grupo G da Libertadores. Com a vaga às oitavas de final encaminhada, o Rubro-Negro pode assegurar o primeiro lugar do grupo e, de quebra, seguir na busca pela liderança geral do torneio em caso de vitória nesta noite.

Para ser o primeiro lugar geral, o que permitiria decidir os duelos de mata-mata sempre em casa, o Flamengo precisa: 1) Vencer a LDU e o Vélez Sarsfield (na próxima quinta-feira); 2) Atlético-MG perder uma das duas rodadas restantes.

Se o Atlético-MG, que também entra em campo hoje (contra o Cerro Porteño, em casa) e está com os mesmos 10 pontos do Flamengo, vença ambos os jogos, o Rubro-Negro terá que ficar à frente do Galo nos critérios de desempate: 1) melhor saldo de gols; 2) mais gols pró; 3) mais gols fora de casa; 4) ranking da Conmebol.

+ Veja e simule a tabela da Libertadores

A brecha para o status de melhor campanha na fase de grupos surgiu principalmente com a derrota do Palmeiras, então com 100% de aproveitamento e 12 pontos somados, para o Defensa y Justicia, na última noite, no Allianz Parque, por 4 a 3.

Em tempo: caso vença os dois próximos jogos, o Flamengo também igualará as suas melhores campanhas em uma fase de grupos da Libertadores (1984 e 2007). Nas duas edições, o clube da Gávea passou invicto pela fase de grupos - cinco vitórias e um empate.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos