O que Manchester City e PSG precisam fazer para chegar à decisão da Champions?

Vitor Beloti
·3 minuto de leitura

A tentativa do PSG de chegar à final da Champions League pela segunda temporada seguida não começou como o esperado pela equipe francesa. Mesmo após abrir o placar com gol de Marquinhos, aos 14 minutos do primeiro tempo, o time de Paris não conseguiu suportar a enorme pressão da equipe inglesa e saiu derrotado por 2 a 1 - gols de Kevin De Bruyne e Riyad Mahrez - , de virada, na tarde da última quarta-feira, jogando em casa, no Parque dos Príncipes.

Portanto, a pergunta que fica é: qual deve ser a estratégia dos dois times no jogo da volta para conseguirem chegar a grande final da Champions League? Abaixo, iremos debater sobre o tema em questão.

Manchester City

Equipe inglesa consegue uma virada histórica em Paris. | Xavier Laine/Getty Images
Equipe inglesa consegue uma virada histórica em Paris. | Xavier Laine/Getty Images

Um pé na grande final. Essa é a situação do time azul de Manchester na competição mais importante entre clubes do planeta. Após uma virada histórica, a equipe de Pep Guardiola tem a chance de se consagrar como um dos principais times a serem temidos no mundo. No entanto, ainda faltam 90 minutos a serem disputados e é preciso adotar algumas medidas importantes para não serem surpreendidos em casa, no Etihad Stadium.

Através disso, é importante destacar o grande segundo tempo do Manchester City no jogo da ida. Mesmo com o placar não favorável, o time de Pep em nenhum momento acelerou o jogo como deveria para conseguir a virada. Girava a bola com paciência, sem afobação até conseguir achar os espaços para atacar o time francês. Além disso, poucas vezes forçavam um passe mais arriscado perto da área do adversário, gerando poucos contra ataques do PSG e tendo o domínio por completo da partida.

A tática de Guardiola funcionou e deve ser mantida para o jogo da volta. Mesmo com a vantagem no placar, o catalão sabe que é preciso jogar dessa forma contra uma equipe que tem um dos melhores contra ataques do mundo. Com o jogo menos acelerado, o Manchester City consegue ter o controle do jogo e acaba com a principal jogada do adversário, ficando mais perto da inédita final, no Estádio Olímpico Atatürk, em Istambul, Turquia.

Paris Saint-Germain

Time francês necessita de uma virada histórica para chegar à final da Champions League. | Xavier Laine/Getty Images
Time francês necessita de uma virada histórica para chegar à final da Champions League. | Xavier Laine/Getty Images

Enquanto o Manchester City precisa se espelhar na sua atuação do segundo tempo do jogo da ida, o PSG necessita olhar apenas para a primeira etapa do primeiro confronto entre as duas equipes. Através da marcação pressão bem encaixada, além da velocidade na hora de finalizar a jogada com poucos toques na bola e da grande participação de Neymar, a equipe inglesa não conseguiu jogar durante os 45 minutos iniciais e passou bastante sufoco no Parque dos Príncipes.

Diante disso, a grande estratégia que o PSG precisa adotar para chegar a tão sonhada final da Champions League é manter o excelente ritmo que deu certo na primeira etapa da partida. Como os comandados de Pep gostam de ter a posse da bola, é preciso ter uma marcação pressão durante grande parte do jogo para os Cityzens não terem o controle total do confronto. Assim, ficarão desconfortáveis, porque não são totalmente preparados para jogarem sem a bola, e a equipe de Paris terá uma grande vantagem na busca de uma virada histórica.

Além do mais, Neymar Jr deverá ser o principal jogador do PSG para desequilibrar a partida. Com uma lesão na panturrilha direita, Kylian Mbappé vira dúvida para o segundo jogo das semifinais do torneio. Será um dos maiores desafios do craque brasileiro em sua carreira na Europa.