O que de melhor aconteceu na rodada europeia de fim de semana

Mesmo sem tanto brilho, Juventus, Chelsea e Bayern deram passos importantes para o título em suas Ligas. Fato é que na Alemanha, na Inglaterra e na Itália, a coisa está quase resolvida para eles e não há muito o que fazer para evitar. A sorte do amante de futebol é que o equilíbrio ainda permanece na Espanha e na França, onde não há muita margem entre o líder e o vice. Vamos então a um breve resumo das ações neste fim de semana.

Alemanha: Energético sem gás

O Bayern abriu ainda mais vantagem para o RB Leipzig neste fim de semana. Mesmo com só 1-0 no placar contra o Borussia M’Gladbach, a equipe bávara conseguiu abrir 13 pontos de vantagem para os taurinos. O pessoal da bebida energética de fato está a ver navios e sua posição na próxima Liga dos Campeões está ameaçada após uma surra sofrida contra o Werder Bremen por 3-0, fora de casa.

Para o azar do Leipzig, o Dortmund venceu o Ingolstadt por 1-0 e agora está a apenas três pontos de roubar o segundo posto. A coisa está bem equilibrada, visto que o Hoffenheim também está de olho nessa posição. E eles venceram o Leverkusen, só para embolar a disputa.

O G4 na Alemanha está assim, após 25 rodadas: Bayern com 62, Leipzig com 49, Dortmund com 46 e Hoffenheim com 45.

Espanha: Nada definido

O Real Madrid suou a camisa para bater o Athletic Bilbao e continua na ponta do Espanhol. Com dificuldade, a equipe madridista passou pelos Leões dentro do Novo San Mamés, em uma prova de coragem que pode ser crucial para a conquista. O herói da vez foi Casemiro, que marcou o segundo no placar de 2-1 no País Basco.

Já o Barcelona, bateu no Valencia e Neymar teve grande atuação, com duas assistências. O placar foi de 4-2 no Camp Nou, para apagar a má impressão de semana passada, quando o clube catalão perdeu na Galícia para o Deportivo La Coruña. Quem está mal é o Sevilla, que não vence há três jogos e apanhou feio do Atlético de Madrid, por 3-0, neste domingo. A terceira posição está bem arriscada.

Após 28 rodadas, o G4 da Espanha é este: Real Madrid com 65, Barcelona com 63, Sevilla com 57 e Atlético de Madrid com 55.

França: Uma virada essencial para sobreviver

O primeiro tempo foi repleto de ação para o clássico entre PSG e Lyon. Em Paris, os vice-líderes tentavam vencer a partida para continuar batalhando pela ponta. E fizeram o placar com o 2-1, graças a Rabiot e Draxler, que viraram o confronto em seis minutos antes do intervalo. Rabiot e Draxler puniram os Gones, que haviam saído na frente com Lacazette. Serviu para pressionar o Monaco, que está na frente.

Com tranquilidade, o Monaco foi visitar o Caen e voltou com um 3-0 na bagagem, muito graças ao jovem craque Mbappé, autor de dois gols. Está com pouca moral o menino? Enquanto ao Nice, um empate murcho por 1-1 contra o Nantes praticamente encerra a disputa para os rubro-negros, que sonhavam com uma temporada inesquecível. O sonho acabou para Balotelli e Dante.

O G4 na França é este, após 30 rodadas: Monaco com 71, PSG com 68, Nice com 64 e Lyon com 50. Vale lembrar que só os três primeiros vão para a Liga dos Campeões.

Inglaterra: Chelsea beijando a taça

Dez pontos. É isso que separa Chelsea e Tottenham na tabela do Campeonato Inglês. Pela segunda vez seguida, os Spurs estão vendo de perto uma grande campanha tomar forma para vencer o título. Consistente, o Chelsea venceu o Stoke por 2-1 no sábado e segurou sua vantagem, enquanto o Tottenham repetiu este placar em seus domínios, contra o Southampton.

A briga boa mesmo é pelas vagas na Liga dos Campeões. Manchester City e Liverpool jogaram neste domingo e empataram em 1-1, sem empolgar e sem desequilibrar o confronto pela última vaga direta para a Liga dos Campeões. De olho nisso, o Manchester United mantém a quinta posição e a classificação para a Liga Europa: os Reds bateram o Middlesbrough para firmar o passo. Decepção mesmo é o Arsenal, que perdeu para o West Brom por 3-1 e está fora da zona europeia. Mas a imprensa inglesa garante que o clube vai renovar com Arsène Wenger, mesmo assim.

O G4 inglês é este, após 28 rodadas: Chelsea com 69, Tottenham com 59, Manchester City com 57 e Liverpool com 56.

Itália: Juventus bem próxima do Hexa

A Juventus pode até não ter dado show, mas que a sua vitória diante da Sampdoria representa muita coisa na Serie A, isso não há como duvidar. O 1-0 magro em Gênova aproximou a Velha Senhora da taça, a sexta seguida na Liga. O gol foi de Cuadrado.

Em casa, com o time ainda meio abalado pela eliminação na Liga Europa, a Roma bateu o Sassuolo por 3-1, de virada, se recuperando de um início frágil na partida. Pena para eles que o Napoli não tropeçou e conseguiu vencer o Empoli na raça por 3-2, com direito a pênalti perdido. A disputa por este segundo lugar ainda vai ser quente até a última rodada.

O G4 da Itália é este, após 29 rodadas: Juventus com 73, Roma com 65, Napoli com 63 e Lazio com 57. Mas só os três primeiros vão para a Champions, e o terceiro ainda tem de jogar uma fase preliminar. Complicado e acirrado. Imprevisível.