O que acontecia no Brasil e no mundo quando Renato chegou ao Grêmio, em 2016?

Fabio Utz
·1 minuto de leitura

Voltar no tempo não é assim tão fácil. Mas a gente tenta. Afinal, quais fatos marcaram o ano de 2016, quando Renato Portaluppi assumiu o cargo de técnico do Grêmio pela terceira vez? Tantas coisas aconteceram, e o 90min recorda cinco episódios dos mais importantes:

1. Prisão aguardada

Traficante mais procurado do século foi preso | Miguel Tovar/Getty Images
Traficante mais procurado do século foi preso | Miguel Tovar/Getty Images

O ano de 2016 começou com a prisão do traficante mais procurado do século XXI. No dia 8 de janeiro, Joaquel Guzmán Loera, o El Chapo, foi preso pela terceira vez. A captura ocorreu na cidade de Mochis, no México.

2. Donald Trump eleito nos EUA

Candidato derrotou Hillary Clinton no pleito | Mark Wilson/Getty Images
Candidato derrotou Hillary Clinton no pleito | Mark Wilson/Getty Images

Hoje ele já foi "catapultado" da Casa Branca, mas em 2016 os Estados Unidos elegiam Trump para ocupar a cadeira ocupada por Barack Obama nos anos anteriores.

3. Acordo de paz na Colômbia

Conflito armado na região tinha uma reviravolta | Kaveh Kazemi/Getty Images
Conflito armado na região tinha uma reviravolta | Kaveh Kazemi/Getty Images

A América Latina viveu um momento histórico, com a assinatura do acordo de paz junto às Forças Revolucionárias da Colômbia (Farc), que colocaria fim a 52 anos de conflito armado na região.

4. Impeachment de Dilma Rousseff

Dilma foi destituída do cargo em agosto de 2016 | Mario Tama/Getty Images
Dilma foi destituída do cargo em agosto de 2016 | Mario Tama/Getty Images

Em 30 de agosto de 2016, com votos de 61 dos 81 senadores, a primeira mulher a ser eleita presidente do Brasil foi destituída do cargo. Poucas horas depois, o vice Michel Temer assumiu a presidência em caráter definitivo.

5. Rio 2016

Brasil sediou Jogos Olímpicos pela primeira vez | ED JONES/Getty Images
Brasil sediou Jogos Olímpicos pela primeira vez | ED JONES/Getty Images

O Brasil viveu a sua primeira experiência em sediar Jogos Olímpicos e conseguiu a melhor participação da história do país no evento. O esporte brasileiro, sim, estava em êxtase.