Xingamentos de Bolsonaro e ministros exaltados: os destaques do vídeo da reunião ministerial

Yahoo Notícias

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, decidiu, na tarde desta sexta-feira (22), divulgar o vídeo da reunião ministerial no dia 22 de abril, quando o presidente Jair Bolsonaro teria manifestado abertamente a intenção de interferir na Polícia Federal, segundo acusações do ex-ministro da Justiça Sergio Moro.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Notícias no Google News

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

No vídeo divulgado (veja na íntegra) da reunião ministerial do dia 22 de abril, o presidente Jair Bolsonaro e outros ministros falam sobre o novo coronavírus, crise econômica e críticas da imprensa. Confira os principais momentos:

Bolsonaro fala sobre interferência na PF: 'Se não trocar, troca ministro'

No trecho que o ex-Ministro Sergio Moro alega a confirmação da tentativa de interferência, Bolsonaro sugere que se não conseguir mudar o comando da PF no Rio, que “vai trocar ministro”.

“Perde o ministério quem for elogiado por Folha ou Globo”, diz Bolsonaro

Bolsonaro ainda fez duras críticas ao vazamento de informações de seu governo - e fez questão de afirmar que os ministros que forem elogiados por veículos de imprensa vão perder o cargo.

Ministro da Educação critica STF: "botava todos esses vagabundos na cadeia”

Outro que ganhou destaque foi o ministro da Educação, Abraham Weintraub, que se exaltou enquanto falava dos processos no qual é investigado pela Comissão de ética. Ele ainda criticou o STF: “Por mim eu botava todos esses vagabundos na cadeia.”

Ricardo Salles sugere governo aproveitar para "passar a boiada”

Já o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, sugeriu que o governo aproveite o foco da imprensa no novo coronavírus para “passar a boiada” e simplificar órgãos de fiscalização.

Damares Alves afirma que oposição está infectando indígenas com covid-19

Conhecida pelas controvérsias, a ministra da Mulher e Direitos Humanos Damares Alves afirmou que ela e o presidente compareceram à região da Amazônia após boatos que opositores do governo estavam infectando aldeias indígenas com o coronavírus.

Paulo Guedes critica China e sugere privatização do Banco do Brasil

O ministro da economia Paulo Guedes aproveitou a oportunidade para falar sobre ações de combate à crise econômica. Ele também voltou a criticar a China, dizendo que eles deveriam criar algum pacote de incentivo a países afetados pela covil-19: “China é aquele cara que você tem que aguentar”.

Ministro do turismo sugere cassinos como saída econômica para setor

O ministro Marcelo Álvaro Antonio (Turismo) sugeriu a implementação de resorts integrados com cassinos como um planto de atração de investimentos para a reconstrução do setor de turismo.

Enquanto falava, a ministra Damares se manifestou dizendo que era um "pacto com o diabo".

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também