O motivo pelo qual Simeone não se vê treinando Lionel Messi

Treinador do Atlético de Madrid justifica porque não treinará o craque do Barcelona

Barcelona e Atlético de Madrid travaram grandes batalhas nos últimos anos, e tendo dois argentinos como destaques dos dois lados. Lionel Messi e Diego Simeone.

Obviamente, porém, acima da rivalidade, existe a admiração de um pelo outro, e o treinador afirmou que adoraria treinar Messi, mas que isso não será possível.

"Não tenho uma relação social com Messi. É claro, porém, que existe o respeito de ter um compatriota de sucesso no Barcelona. Nos encontramos uma vez em um lugar e conversamos. Messi é o melhor do mundo e eu adoraria treiná-lo. É óbvio que ele é um jogador extraordinário. No entanto, só existem dois lugares para treiná-lo: no Barcelona ou na Argentina, e eu não estou em nenhum deles", explicou Cholo, em entrevista à rádio Metro951.

Confira os números de Messi nesta temporada da Champions League e de La Liga:

"Eu gostaria que ele viesse ao Atlético de Madrid, mas não acredito que ele queira isso. Já na Argentina, Bauza está lá e tem um trabalho emocionante e importante. Como treinador, me sinto jovem, e preciso estar em campo todos os dias. É claro que, sem demagogia, pelo lado emocional, cada vez que vou à Argentina e a seleção joga eu sinto que queria estar lá", comentou.

"É algo patriótico, mas a realidade que vivo hoje é o Atlético. Quando eu for maior, tiver mais sucesso e outra tranquilidade emocional, posso trabalhar na seleção. Olhe Del Bosque ou Luis Aragonés, que chegaram na seleção depois de mil batalhas... Nessa circunstância, não poderia treinar Messi, obviamente", completou.