O "mês de trabalho" - Grêmio disputará quase dobro de jogos em maio

O feriado do Dia do Trabalho trouxe agenda cheia para o Grêmio. O Tricolor, que enfrenta o Deportes Iquique nesta quarta-feira (3), às 19h30 (de Brasília), no Chile terá sete jogos em maio, quase o dobro dos quatro confrontos de abril.

Sem o Gauchão, o "mês do trabalho" para o time de Renato Gaúcho inicia com a quinta rodada pela Libertadores, onde o time gaúcho pode garamtir vaga nas oitavas da competição, continua em 14 de maio, na estreia da equipe na Série A do Brasileirão, contra o Botafogo.

O Grêmio terá também o confronto das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Fluminense (dias 17 e 31 de maio). Além disso, o clube tem também os duelos contra Atlético-PR (21/05) e Sport (29/05), pelo nacional e a última partida da Liberta, contra o Zamora (25/05).

Renato Gaucho Gremio Guarani Asuncion Libertadores 27042017

(Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação)

VEJA TAMBÉM:

E antes de tudo isso, sofre com série de lesões. Além de Bolaños, que sofreu uma lesão muscular na coxa direita na vitória por 4 a 1 sobre o Guaraní, do Paraguai, na última semana, e que fica fora do time por três semanas, Edílson, Gastón Fernández e Maicon, seguem lesionados.

Líder do Grupo 8 da Libertadores com 10 pontos, o Grêmio só precisa de um empate para garantir classificação à próxima fase. Embora a competição continental seja a grande prioridade da equipe de Renato, seguir na Copa do Brasil e começar bem no Campeonato Brasileiro são objetivos a médio e a longo prazo.