'O futebol feminino continua, espero que tenham consciência disso', diz Marta após eliminação da Seleção

·1 minuto de leitura


A meia-atacante Marta não escondeu sua frustração com a eliminação da Seleção feminina nas quartas de finais da Olimpíada. Após a equipe empatar em 0 a 0 com o Canadá e perder por 4 a 3 nos pênaltis nesta sexta-feira (30), a "Rainha" reconheceu que o desempenho foi abaixo do esperado no confronto em Miyagi.

- Decepciona sim, pela qualidade que a gente tem. Mas tem dias que as coisas não funcionam, tivemos possibilidade de abrir o placar, mas faltou paciência no terço final do campo. Aconteceram situações que podíamos aproveitar melhor, pois elas estavam mais cansadas que a gente. Mas são coisas do futebol - afirmou, à Rede Globo.

Em seguida, a camisa 10 destacou que o momento é de dar força para as Guerreiras.

- É pensar no futuro, nas meninas. Espero que as pessoas tenham consciência disso, não apontem culpadas - disse.

A jogadora de 35 anos falou sobre como foi a reunião com o grupo após o confronto.

- Estou muito orgulhosa com a equipe, obviamente ficou aquele gostinho de frustração. Mas me dirigi à Formiga, que tem uma vida dedicada ao esporte, que tanto vem ajudando a modalidade. Ela poderia ter um final de carreira mais feliz. Só que a Fú nos orgulha demais, é muito guerreira - declarou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos