"O desprezo de Cristiano e Messi pelo The Best é desrespeitoso" - Lendas do futebol comentam sobre a ausência da dupla na premiação

Goal.com

Fabio Capello, Diego Forlan e Davor Suker estão entre as lendas do futebol mundial que criticaram o não comparecimento de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi à cerimônia do prêmio The Best da Fifa, que aconteceu nesta segunda-feira (24), em Londres.

Você já viu o novo app do Yahoo Esportes? Baixe agora!

O português não compareceu mesmo estando entre os finalistas do prêmio de melhor jogador, ao lado de Mohamed Salah e do vencedor Luka Modric.

“A ausência de Cristiano e Messi? É uma falta de respeito, para os jogadores, para a Fifa e para o mundo do futebol. É possível que eles tenham vencido tanto e não gostam de perder. Na vida você deve ser bom quando ganha e quando perde também”, disse Capello antes da cerimônia.

O ex-jogador do Uruguai e do Manchester City, Diego Forlan, também criticou dizendo que é uma falta de respeito para o evento e o que eles representam como modelos de jogadores ao mundo.

“É uma pena. Messi compareceu à festa de gala no ano passado e não venceu. É uma pena se isso acontecer também com Cristiano Ronaldo na festa deste ano da Uefa. É um evento de todos os jogadores e é importante estar aqui. Não importa quem vença. Um jogador deve aparecer por sua atitude e ações, pois eles são um modelo para o mundo todo”, declarou.

Suker, que ficou atrás de Zinedine Zidane e do brasileiro Ronaldo na premiação de Melhor Jogador da Fifa de 1998, também acusou a dupla de falta de espírito esportivo: “Você deve ser cavalheiro quando ganha, mas também quando perde”, ressaltou.

O compatriota de Suker, Luka Modric, foi o grande vencedor do prêmio, terminando com a dinastia de vitórias de Messi e Cristiano por 10 anos consecutivos.

Leia também:
– Os games de luta livre que fizeram história
– PES 19 tem parcerias com clubes brasileiros
– Modric: 'Queria que CR7 e Messi estivessem aqui'

Leia também