O conselho de Romário para Gabriel Jesus: "Transe bastante"

Goal.com

Um foi o grande craque e artilheiro do Brasil na Copa do Mundo de 1994. O outro é um jovem goleador que é a grande esperança de gols da Seleção no Mundial de 2018. O outro ganhou tudo o que poderia e tem muito a ensinar ao garoto, que apesar de já vencedor e ter vivido muitas coisas na carreira, ainda está no início de sua trajetória.

Você já viu o novo app do Yahoo Esportes? Baixe agora!

Um, afinal, é tetracampeão mundial, enquanto o outro disputará sua primeira Copa do Mundo.

"Transar bastante é uma das minhas dicas, assim como aproveitar o máximo que puder nos dias de folga e, claro, se concentrar nos dias dos jogos e durante as partidas. Entender que a oportunidade seguinte será sempre a última. Ou seja, faça o gol, porque talvez outra oportunidade não apareça", disse o Baixinho ao Lance!

"Não sou muito de dar conselhos, mas acredito que ele tenha bastante consciência do seu futebol e do que representa para a Seleção. Ele tem que chegar na Copa do Mundo e fazer gol. Isso é o que importa. O contato com o futebol europeu é muito importante, até porque lá você tem a oportunidade de jogar com 80% a 90% dos jogadores que vão participar do Mundial, então, é uma experiência diferente de quem está jogando apenas no Brasil", completou.

Leia mais
- Líder, vencedor e fundamental para a construção de jogo do Brasil: a importância de Dani Alves
- Coutinho vê Bélgica como uma das favoritas na Copa e aponta principais rivais do Brasil
- Conquista na Copa pode condicionar saída de Neymar para o Real Madrid

"Copa do Mundo é uma competição totalmente diferente das outras. Nela você tem que estar 100% concentrado e deixar todos os seus problemas de lado, senão você não vai conseguir realizar a melhor Copa possível", finalizou o eterno craque.

Leia também