O brasileiro que brilhou no rebaixado West Brom e motiva 'disputa' entre grandes da Premier League

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A Premier League 2020/21 ainda não chegou ao fim, mas já temos algumas definições importantes: quem não irá sair do topo e clubes que estão rebaixados. Se ninguém mais é capaz de tirar o título do Manchester City, podemos afirmar que nem um milagre salvaria Fulham, West Bromwich e Sheffield United.

Apesar do fraco desempenho na temporada, cada uma dessas equipes contou com atletas talentosos e que certamente serão buscados por times da elite. Dentre diversas opções, o nome do luso-brasileiro Matheus Pereira ganha destaque, afinal, o meia-atacante foi um dos grandes jogadores dos Baggies.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Formado nas categorias de base do Sporting, recém-campeão da Primeira Liga, o jogador chegou ao Hawthorns em 2019 na condição de emprestado, sendo comprado em definitivo no ano seguinte. Na atual campanha, são 15 participações para gols, sendo 10 bolas na rede e cinco assistências. Sozinhas, as estatísticas podem até não impressionar, porém é necessário destacar que o time inteiro balançou as redes somente 32 vezes no Campeonato Inglês. Isso significa que o brasileiro teve contribuição em quase metade dos lances.

Além da efetividade nos metros finais, Pereira, de 25 anos, possui qualidade técnica para se destacar nos grandes clubes da terra da Rainha. Conforme informações do Transfermarkt, seu valor de mercado está em 13 milhões de euros, ou seja, não se trata de uma quantia exorbitante às equipes da Premier League.

Meia-atacante brasileiro foi um dos destaques do West Bromwich. | Marc Atkins/Getty Images
Meia-atacante brasileiro foi um dos destaques do West Bromwich. | Marc Atkins/Getty Images

Jogando ao lado de atletas com mais qualidade, Matheus Pereira pode conseguir ser ainda mais efetivo. Times como Liverpool, Manchester United, Everton e Aston Villa poderiam se beneficiar das características do meia-atacante. Os Reds, por exemplo, sofreram empates amargos pela falta de um nome que poderia definir e/ou articular bem nos metros finais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos