Nuzman ocupará cargo em Comissão de Tóquio-2020 do COI: 'Honrado'

Carlos Arthur Nuzman se afastou da presidência do Comitê Olímpico do Brasil (Foto: Divulgação)

O presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Carlos Arthur Nuzman, aceitou convite feito pelo presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, para integrar o Comissão de Coordenação da entidade para a Olimpíada de Tóquio, em 2020. Nos últimos quatro anos, o brasileiro também esteve à frente o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio-2016.

Em nota divulgada nesta terça-feira pelo COB, Nuzman festejou a oportunidade que terá como dirigente de participar da preparação da capital japonesa para o megaevento. Ele lembrou que, como atleta, disputou na mesma cidade, há 53 anos, a Olimpíada de 1964 como jogador da Seleção Brasileira de vôlei.

– Depois de competir em Tóquio, voltar ao Japão como membro da Comissão é muito importante. Fiz parte da Comissão para Pequim-2008 e me sinto muito honrado em integrar novamente o quadro depois de anos de trabalho com a organização dos Jogos Rio-2016 e com a preparação do Time Brasil para o evento de agosto passado. Para participar da Comissão de Coordenação é necessário ter muita confiança por parte do COI e aceitei com muita alegria o convite do presidente Thomas Bach – declarou Nuzman, de 75 anos.

Nuzman receberá cerca de R$ 1,5 mil por dia trabalhado, além de todas as despesas pagas pelo COI. Além do novo cargo, o brasileiro ainda concorre a presidente da Organização Esportiva Panamericana (Odepa), em eleição que ocorre nesta semana.

No ano passado, o cartola foi eleito pela sexta vez consecutiva para presidir o COB, em mandato até 2020. No total, ele terá ocupado o cargo por 24 anos.

A Comissão de Coordenação é constituída pela COI a cada edição dos Jogos Olímpicos e inclui representantes do COI, Comitês Olímpicos Nacionais, Federações Internacionais, atletas e especialistas. Conforme definido na Carta Olímpica, a Comissão tem como responsabilidades acompanhar o progresso e orientar o Comitê Organizador no planejamento, organização e financiamento dos Jogos Olímpicos; inspecionar os locais de competição, treinamento e outras instalações; informar o COI sobre o andamento da preparação no que se refere aos progressos, desafios e riscos e, após os Jogos, elaborar um relatório sobre a organização do evento. O próximo encontro está marcado para o final de junho.

O brasileiro Mário Andrada, diretor de comunicação do Jogos do Rio-2016, foi escolhido para ser um dos membros do comitê de comunicações do movimento olímpico no novo ciclo.

A Comissão de Coordenação dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 é constituída por:

Presidente:
John Coates

Vice-presidente:
Gilady Alex

Membros:
Príncipe Feisal AL HUSSEIN
Mikaela COJUANGCO JAWORSKI
Kirsty COVENTRY
Anita L. DEFRANTZ
Guy DRUT
Habu GUMEL
Nicole HOEVERTSZ
Robin E. MITCHELL
Lydia NSEKERA
Carlos Arthur NUZMAN
Irena SZEWINSKA
Zaiqing YU
Sebastian COE
Andrew PARSONS
Francesco RICCI BITTI


































E MAIS: