'Nunca será o que imaginamos', diz Carille sobre Guilherme no Timão

Bruno Cassucci e Gabriel Carneiro

O jogador mais raçudo em campo, aquele que distribuirá carrinhos, acompanhará o adversário até a própria linha de fundo, irá se atirar em bolas e deixará, além do suor, o sangue em campo. O técnico Fabio Carille não tem a menor esperança de que esse atleta seja Guilherme. Mas nem por isso o comandante do Corinthians diz abrir mão do camisa 10, que completa um mês sem atuar neste sábado, dia 11.

Em entrevista ao LANCE!, Carille disse acreditar que o meia-atacante nunca será tão aguerrido como espera a Fiel torcida, mas destacou outros atributos do jogador que podem compensar os pontos fracos:

- O Guilherme, na questão da intensidade, do que é o Corinthians, a gente pode melhorar muito, mas ele nunca vai ser o que imaginamos de um atleta. Por outro lado, a gente tem que ter a inteligência e saber o que ele pode oferecer para nós: uma finalização perfeita, uma oportunidade de deixar o jogador na cara do gol. Ele está no grupo, é qualificado demais e aos poucos vai entrando e tendo sua oportunidade - declarou Carille, em entrevista ao LANCE!.


Desde que o treinador falou ao L!, porém, Guilherme não mais atuou. A última partida dele foi há exatamente um mês, na derrota para o Santo André por 2 a 0, na Arena, em 11 de fevereiro, pelo Paulistão.

No momento, tanto Guilherme quanto a direção do Corinthians não sabem o que desejam para o futuro. O jogador se vê sem espaço, mas ainda acredita que pode dar a volta por cima. Seu empresário chegou a sondar algumas equipes recentemente, como o Grêmio, mas não encontrou interessados. O camisa 10 tem salário alto para os padrões brasileiros, o que dificulta nas negociações por empréstimo. O Timão, por sua vez, se vê com dificuldades de pagar salários, luvas, comissão de agente e as parcelas da contratação dele ao Antalyaspor, da Turquia, fato que faz algumas pessoas no clube defenderem a saída dele. Por outro lado, também há quem tenha esperança de que o meia possa ser útil.

Fora até mesmo da lista de relacionados para a última partida, contra o Luverdense, Guilherme pode ganhar chance diante da Ponte Preta, neste domingo, pelo Paulistão, em Campinas. O técnico Fabio Carille usará reservas nesta partida. Resta saber se o camisa 10 será um deles.







E MAIS: