Número de mortos pelas chuvas em Santa Catarina sobe para 17; cinco pessoas continuam desaparecidas

Redação Notícias
·1 minuto de leitura
Vegetação, casas e muros foram arrastados com a força da chuva em Presidente Getúlio (Foto: Reprodução/NSC TV)
Vegetação, casas e muros foram arrastados com a força da chuva em Presidente Getúlio (Foto: Reprodução/NSC TV)

O número de mortos pelas chuvas em Santa Catarina subiu para 17, de acordo com informaçõe do Corpo de Bombeiros. Foram localizados, nesta segunda-feira (21), mais dois corpos que estavam desaparecidos em Presidente Getúlio após o temporal que atingiu a região na semana passada.

As forças tarefas do Corpo de Bombeiros continuam realizando as buscas por cinco pessoas que continuam desaparecidas. Até o momento, 184 pessoas estão desabrigadas e 284 desalojadas.

De acordo com a Defesa Civil de Santa Catarina, foram registrados 14 óbitos em Presidente Getúlio, dois em Rio do Sul e um em Ibirama.

Leia também

Presidente Getúlio foi a cidade mais prejudicada pela chuva com a maioria dos desalojados e desabrigados — cinco desaparecidos são todos de lá. Os municípios de Aurora, Apiúna, Ascurra, Santa Amaro da Imperatriz, Palhoça, Ibirama, Santa Rosa do Sul e Sireóplis não registraram mortes, mas sofrem com estragos provocados pelos fortes temporais em casas, estruturas públicas e nas ruas.

A Defesa Civil ainda emitiu um alerta "de alto nível" para risco de deslizamentos na região do Alto Vale do Itajaí. As regiões de Médio Itajaí e Grande Florianópolis estão em nível de alerta moderado. Já no leste do Planalto Norte e Sul e em toda região do Litoral Norte e Sul estão em observação.

Equipes da Defesa Civil Estadual, Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) atuam desde a madrugada desta quinta-feira no resgate e levantamento de perdas.

Segundo a meteorologia, no dia dos alagamentos choveu na cidade em uma única noite 70% do previsto para todo o mês de dezembro.