Novorizontino aproveita erros, vence o Ituano e encosta no G4 da Série B

Partida entre Novorizontino e Ituano aconteceu neste sábado (FOTO: Divulgação/Ituano)


Em confronto paulista pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, Novorizontino e Ituano mediram forças na noite deste sábado, no estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte. E quem levou a melhor foi o Tigre. Saindo na frente com Douglas Baggio, viu o Galo chegar ao empate com Lucas Siqueira, mas garantiu sua vitória com Welliton, já na etapa final, fechando a conta em 2 a 1.

Com o resultado, o time comandado por Allan Aal chegou aos nove pontos, saltando para o sétimo lugar na classificação. Já o time treinado por Mazola Júnior, por conta do tropeço, acabou caindo para a nona posição com oito pontos somados.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

NOVORIZONTINO ABRE O PLACAR NO INÍCIO

Mesmo jogando longe de seus domínios, o Ituano não quis saber de ser surpreendido pelo Novorizontino logo nos primeiros movimentos de partida. Apesar de ver o adversário tocar mais a bola buscando espaços no sistema defensivo, conseguiu aparecer em seu campo de ataque com perigo como na chance de Rafael Elias, dando trabalho ao goleiro Giovanni.

Por outro lado, a equipe da casa não desanimou. Além de responder na mesma moeda com algumas finalizações, aos 15 minutos encontrou seu tento com Douglas Baggio, após tabelas com Quirino, abrindo a contagem para festa de sua torcida.

GALO CONSEGUE O EMPATE

Seguindo com mais posse de bola, a equipe mandante tentava neutralizar o adversário que, por sua vez, corria atrás do tento de igualdade. Até que aos 38 minutos, após cobrança de falta de Gerson Magrão, a bola foi na cabeça de Lucas Siqueira que mandou para o fundo das redes empatando o duelo para os visitantes.

EQUIPES PERDEM GRANDE CHANCE

Com os dois times voltando sem alterações para a etapa complementar em Novo Horizonte, a equipe de Mazola Júnior mostrou-se mais disposta nos primeiros minutos. Com isso, aos 3, após escanteio cobrado por Gerson Magrão, Rafael Pereira, de cabeça, mandou no travessão para desespero da torcida visitante que marcava presença nas arquibancadas.

Mas o Tigre não se intimidou e também carimbou a trave rival. Aos 11, Hélio Borges, depois de pegar rebote de primeira, bateu por cima do goleiro Pegorari vendo seu arremate não entrar por muito pouco.

WELLITON MARCA PARA O NOVORIZONTINO

Apesar do certo equilíbrio nas ações, o time de Allan Aal não desistia de ficar novamente em vantagem. Até que conseguiu. Aos 19 minutos, após erro da zaga do Ituano, Welliton conseguiu recuperar a posse de bola e, cara a cara com o goleiro, mandou para o fundo da rede fazendo 2 a 1 no marcador.

GALO VAI PARA O TUDO OU NADA

Tentando correr atrás do prejuízo, Mazola Júnior então resolveu apostar em algumas mudanças buscando reforçar seu meio-campo e ataque. Por outro lado, percebendo a intenção do técnico adversário, Allan Aal resolveu fechar seu meio-campo fazendo três alterações de uma única vez, entre elas as entradas de Danielzinho, Willean Lepo e Léo Baiano.

Com o jogo indo para a reta final, a esperança do time de Itu era buscar, ao menos, um novo empate até os acréscimos. Porém, correndo contra o tempo, os jogadores acabaram errando muitos passes praticamente não criando jogadas ofensivas, dando a deixa para a arbitragem colocar um ponto final no duelo para festa da torcida em Novo Horizonte.

FICHA TÉCNICA
NOVORIZONTINO 2x1 ITUANO

Data e horário: 07/05/2022, às 19h (de Brasília)
​Local: Estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte (SP)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Assistentes: Miguel Caetano Ribeiro da Costa (SP) e Rafael Trombeta (PR)
VAR: Marcio Henrique de Gois (SP)

Cartões Amarelos:
Aylon, 1'/1ºT; Roberto, 40'/2ºT

Gols: Douglas Baggio, 15'/1ºT (1-0); Lucas Siqueira, 38'/1ºT (1-1) e Welliton, 19'/2ºT (2-1)

NOVORIZONTINO: Giovanni; Felipe Albuquerque, Rodolfo Filemon, Ligger e Romário; Gustavano Bochecha (Léo Baiano, aos 34'/2ºT), Jhony Douglas e Diego Torres (Danielzinho, aos 34'/2ºT); Douglas Baggio (Willean Lepo, aos 34'/2ºT), Quirino (Welliton, aos 33'/1ºT) e Hélio Borges (Lucas Tocantins, aos 22'/2ºT).
(Técnico: Allan Aal)

ITUANO: Pegorari; Pacheco, Léo Santos, Bernardo Schappo (Dudu Vieira, aos 25'/2ºT) e Roberto; Rafael Oliveira, Kaio (João Victor, aos 25'/2ºT), Lucas Siqueira e Gerson Magrão; Aylon (Chrigor, aos 30'/2ºT) e Rafael Elias (Gabriel Barros, aos 35'/2ºT).
(Técnico: Mazola Júnior)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos