Novo recorde e lágrimas marcam fim da Bundesliga 2020/21 - veja detalhes

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Chegou ao fim a Bundesliga 2020/21! Na última rodada do torneio nacional, o campeão antecipado Bayern de Munique encerrou sua participação aplicando 5 a 2 no Augsburg. Um dos tentos, como não poderia deixar de ser, foi de Robert Lewandowski, aos 44 minutos do segundo tempo, que alcançou marca histórica de 41 gols em uma edição da competição e superou Gerd Müller. Joshua Kimmich, Serge Gnabry, Kingsley Coman e Jeffrey Gouweleeuw (contra) também balançaram as redes pelo Gigante da Baviera, enquanto André Hahn e Florian Niederlechner descontaram pelos visitantes.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A partida também marcou a despedida, com muitas lágrimas, de Jérome Boateng, David Alaba, Javi Martínez e do técnico Hansi-Flick. Nenhum deles oficializou seu próximo destino no futebol, mas deixam um grande legado na Arena de Munique, palco do último duelo do Campeonato Alemão. Alaba, por exemplo, sai da equipe depois de 13 anos.

Encerramento da Bundesliga teve muitas lágrimas envolvidas | Pool/Getty Images
Encerramento da Bundesliga teve muitas lágrimas envolvidas | Pool/Getty Images

Um pouco longe dali, no Signal Iduna Park, o Borussia Dortmund venceu o Bayer Leverkusen por 3 a 1, com gols de Erling Haaland (duas vezes) e Marco Reus. Dessa forma, a Bundesliga termina da seguinte forma: Bayern, RB Leipzig, Dortmund e Wolfsburg formam o G4 e confirmam vaga na próxima Champions League; Eintracht Frankfurt e Bayer Leverkusen vão jogar a Liga Europa; Schalke 04 e Werder Bremen estão rebaixados, enquanto o Colonia terá que disputar os playoffs para lutar pela permanência na elite.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.