Novo presidente da Juventus toma posse do clube nesta quarta-feira

Ex-presidente Andrea Agnelli foi um dos punidos (Foto: MIGUEL MEDINA / AFP)


Após renunciar o cargo de presidente da Juventus, Andrea Agnelli participou de uma assembleia de acionistas da Exor, holding que controla a Velha Senhora, e se despediu do clube. Além disso, Gianluca Ferrero foi nomeado como novo mandatário, enquanto Maurizio Scanavino assume as funções de CEO.

O novo conselho de administração do clube bianconeri também conta com Fioranna Negri, Diego Pistone e Laura Cappiello, especialistas em finanças, balanços de empresas e assuntos jurídicos. Na nova diretoria da Juventus não há figuras de referência para a parte desportiva, sendo Massimiliano Allegri o grande responsável neste momento.

+ Chelsea bate recorde: saiba os 10 clubes que mais gastaram em uma só temporada

Em seu último discurso, Andrea Agnelli, um dos mais entusiastas da Superliga Europeia, demonstrou preocupação com relação aos rumos do futebol.

- Estou convencido de que são necessárias intervenções no futebol, caso contrário, arrisca-se uma diminuição do futebol, em favor de uma única liga dominante, que é a Premier League, que ao longo dos próximos anos atrairá todos os talentos disponíveis dentro de sua liga.

Nomeado mandatário em 2010, Andrea Agnelli permaneceu 13 anos no comando da Juventus, tendo conquistado 19 títulos, sendo nove Campeonatos Italianos consecutivos. Nesse período, o mandatário também conseguiu a impactante contratação de Cristiano Ronaldo e costurou o retorno de Paul Pogba.