Novo presidente do Conselho do Santos acredita na continuidade no projeto da 'Nova Vila Belmiro'

Fábio Lázaro
·2 minuto de leitura


O novo presidente do Conselho Deliberativo do Santos, Celso Jatene, acredita em um prosseguimento dos estudos para a "Nova Vila Belmiro". O projeto teve a continuidade de estudos técnicos aprovada pelos conselheiros em reunião realizada no dia 8 de outubro.

Contudo, Walter Torre, proprietário da empresa WTorre, que estava à frente do projeto, faleceu no dia 11 de dezembro, por conta de complicações decorrentes da Covid-19, o que tornou o projeto uma incógnita. No entanto, Jatene, que ficará a frente da condução dos processos no conselho santista, crê que ele seguirá, mesmo com a ausência de Walter.

- O que eu ouço dizer, não tenho interlocução direta, e o próprio presidente Ruda me deu a entende risso hoje, é que o projeto vai prosseguir - disse Jatene.

Ainda assim, Celso entende que algumas negociações precisarão ser feitas junto com a empresa, para deixar o acordo vantajoso para ambas as partes.

- O Santos vai fazer uma negociação com a WTorre, tem que fazer negociação com a W Torre, é importante, porque não é só chegar com o investimento e fazer arena. Mas a gente pode fazer um bom negócio pra WTorre e para o Santos, a gente não precisa fazer um bom negócio só pra WTorre. Então, precisa ter uma negociação, que vai desde o valor do ticket, quantas vezes que o Santos pode joga fora da Vila Belmiro, tem várias negociações em relação a isso - afirmou o conselheiro.

O presidente do Conselho Deliberativo também se preocupa com o período que o Santos ficará longe da Vila Belmiro, para a realização das obras no estádio santista.

- Por exemplo, vou da rum exemplo pro torcedor entender, enquanto tiver construindo a nova arena do Santos, o Santos vai jogar aonde? Vai ter liberdade pra escolher onde que jogar ou via ter que jogar na arena da WTorre em São Paulo. Precisamos saber isso. Essa negociação toda vai ser feita pelo CG e o Conselho Deliberativo vai acompanhar de perto para que, se a gente puder, possa contribuir com alguma cosia, ajudar com alguma coisa ou minimamente o torcedor possa saber para acompanhar - pontuou Celso Jatene.

Responsável pela condução dos processos dentro do Executivo santista, o Comitê Gestor do clube, que assumirá a administração no dia 1º de janeiro, conta com Rafael Leal, Secretário de Cultura da prefeitura de Santos. A sua abertura no governo municipal é vista como fundamental para a facilitação de processos públicos referentes ao projeto da "Nova Vila".