'De novo, o Botafogo jogava melhor e não teve o resultado, isso tem de doer na pele', afirma Eduardo Barroca

LANCE!
·2 minuto de leitura


O técnico Eduardo Barroca não escondeu sua frustração com a derrota do Botafogo para o Athletico-PR, por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, pela vigésima-oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Em entrevista coletiva no Estádio Nilton Santos, o comandante apontou o aspecto emocional como um grande obstáculo no revés que manteve a equipe na penúltima colocação.

- Tenho conversado com os jogadores para começarem a partida forte e ir para o intervalo com a vantagem, mas não estamos conseguindo. Soma a isso o momento que estamos vivendo e sair atrás acaba sendo muito ruim. O adversário se fecha, aproveita o nosso emocionalmente e fica na frente no resultado - e enumerou:

- Tivemos diversas chances contra o Internacional, Coritiba.... Só o Corinthians, que foi um jogo mais atípico. E hoje tivemos cruzamentos tanto no primeiro quanto no segundo tempo, sempre atuando de maneira forte - completou.

Barroca foi categórico em relação ao elenco.

- Cabe à gente assumir a responsabilidade, saber que o momento é adverso, mas é hora de termos personalidade. Precisamos de gente corajosa para encarar o desafio. Vim para o Botafogo e estou aqui para acreditar até o final. Frontalmente, não estou nada satisfeito com o está acontecendo. Não é possível jogar melhor em três partidas e só vencer um! É algo que a gente precisa se cobrar muito. Precisa estar em um padrão de excelência - e frisou:

- Não transformamos o domínio de posse de bola e controle de jogo em resultado - completou.

O técnico avaliou o desempenho na derrota para o Furacão.

- De novo o Athletico-PR não tinha feito nada. Fazíamos mais volume ofensivo, estávamos no campo do Athletico quando eles tiveram chance, aproveitaram em um momento no qual a defesa estava equilibrada. Precisa doer na nossa pele, doer na nossa carne. Temos de trabalhar duro. Não adianta apontar culpados. Temos de reverter o cenário para ter uma sobrevida na competição - disse.


O Botafogo volta a campo neste domingo, às 20h30, para o clássico diante do Vasco, em São Januário.