Novo braço-direito de Mourinho é tratado como fenômeno e já peitou Bielsa

Yahoo Esportes
João Sacramento quando foi treinador interino do Lille, em 2017 (FRANCK FIFE/AFP via Getty Images)
João Sacramento quando foi treinador interino do Lille, em 2017 (FRANCK FIFE/AFP via Getty Images)

Por Marcus Alves (@_marcus_alves), de Lisboa

“Com Bielsa, o treino era muito posicional, muito repetitivo. Por outro lado, com João, tinha mais jogo, mais bola”, comparou o defensor Adama Soumaoro.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

Para o francês, o argentino Marcelo Bielsa não deixou qualquer saudade no Lille. Ele prefere exaltar João Sacramento, que chegou a assumir aos 29 anos como treinador interino do clube no fim de 2017 e não decepcionou, conseguindo, inclusive, uma surpreendente vitória contra o Lyon fora de casa. O nome pode soar estranho para a maioria, mas não no meio do futebol: novo braço-direito de José Mourinho no Tottenham, ele é uma das novidades em sua comissão técnica. Mais do que isso, é tratado como um fenômeno por todos que o conhecem.

O depoimento de Soumaoro não foi por acaso.

Mourinho o conhece de longa data e brigou para levá-lo para Londres quando decidiu agregar um pouco mais de sangue novo ao seu lado. Zinedine Zidane tentou desviá-lo para o Real Madrid também. E, claro, quem não ficou nada satisfeito com esse assédio todo foi o atual comandante do Lille, Christophe Galtier, que, na última semana, parabenizou Mourinho de forma sarcástica por tê-lo contratado sem qualquer aviso.

Leia também:

Em alta nos bastidores, Sacramento teve carreira breve nos gramados, tendo passado pelas categorias de base do Braga, mas desistido antes do profissional. Com uma formação inteiramente acadêmica, feita especialmente em cursos no País de Gales, ele ganhou a primeira chance no Mônaco como assistente de análise de vídeo em 2014.

Na ocasião, foi apadrinhado pelo compatriota Luís Campos, um dos mais badalados diretores de futebol do mercado. Quando Campos trocou o Mônaco pelo Lille, acabou sendo uma de suas primeiras contratações, ganhou prestígio e também atraiu uma dose de ciumeira. No dia a dia, era visto como os olhos e ouvidos do cartola. Não pegou bem com o desconfiado Bielsa.

Segundo o jornal L’Equipe, o argentino o afastou de sua equipe depois que um de seus auxiliares supostamente ouviu Sacramento criticando a sua metodologia de treino. Como punição, suspendeu, inclusive, uma de suas folgas. O episódio foi considerado na altura mais um desdobramento da guerra fria que Bielsa e Campos travavam nos bastidores e que quase resultou no rebaixamento do Lille.

Bielsa saiu pouco tempo depois e Sacramento ficou.

Agora tem a chance de dar o grande salto em sua carreira.

Nos primeiros dias no Tottenham, a sua desenvoltura tem chamado a atenção. Entre outros motivos, pela forma como se expressa, falando fluentemente português, inglês, espanhol e francês. Profundo conhecedor da rede de caça de atletas, impressiona também pela sua contribuição tática.

A sua fama despertou o interesse até mesmo da seleção argentina, que o convidou na Copa do Mundo de 2014 para fazer a análise dos adversários durante a competição. No fim das contas, Lionel Messi e companhia conseguiram chegar até a final contra a Alemanha, mas tiveram de se contentar com o vice-campeonato.

Ao todo, em sua nova comissão, Mourinho conta com outros dois portugueses, um italiano e também um venezuelano.

Faz parte de seu plano para impulsionar a sua carreira após fracassos recentes no Manchester United e no Chelsea, que resultaram em um período sabático forçado de quase um ano em que se alternou entre a sua residência em Londres e a sua cidade natal de Setúbal, próxima a Lisboa. Sacramento será peça-chave para ele reavivar a sua reputação como um dos melhores do mundo.

Mais adiante, claro, o movimento natural será o seu novo auxiliar assumir ele mesmo o protagonismo. Aos 30 anos, no entanto, ele ainda tem todo tempo do mundo pela frente.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também