Novas estrelas do Jiu-Jitsu e campeão mantendo o cinturão: saiba tudo o que rolou no BJJ Stars 6

·3 minuto de leitura


Maior evento de lutas casadas de Jiu-Jitsu do mundo, o BJJ Stars realizou no último sábado (26) a sexta edição do seu evento, que contou com as finais do reality show “The New Star” e disputa de cinturão entre o campeão Felipe Preguiça e o desafiante Patrick Gaudio, além de outras grandes superlutas. Na luta principal do BJJ Stars, Preguiça manteve o título dos pesados ao finalizar Gaudio com um estrangulamento pelas costas após abrir 9 a 2 no placar. Nas finais do “The New Star”, Lucas Gualberto derrotou Natan Chueng na decisão dos juízes e Izadora Cristina venceu Igridd Alves por 4 a 2 e se tornaram campeões do primeiro reality show da história do Jiu-Jitsu.

“O evento foi lindo! A cada edição estamos melhorando e estamos mostrando essa evolução. O PPV rodou muito bem, só elogios… Tivemos lutas fantásticas e muito disputadas. Quero agradecer muito aos patrocinadores também, que em uma época de pandemia não mediu esforços para continuar apoiando o nosso evento e tenho certeza que eles ficaram muito satisfeitos com o que foi entregue. Agradecer também ao público que comprou o PPV e a todos os atletas, que foram muito profissionais e deixaram o seu melhor no tatame do BJJ Stars”, disse Fepa Lopes, idealizador do BJJ Stars.

No duelo “King Kong” x “Hulk”, melhor para Lucas “Hulk” Barbosa. O faixa-preta da Atos venceu após conseguir uma queda em Matheus “King Kong” Diniz, que ainda terminou a luta com uma guilhotina encaixada. Hulk chegou a apagar, mas o tempo já havia se esgotado antes da finalização ser encaixada. Outro grande combate foi entre o bicampeão do ADCC Yuri Simões e o campeão Mundial Mahamed Aly. Após o empate no tempo normal, os juízes decretaram a vitória de Simões.

“Tivemos essa polêmica da luta do Lucas “Hulk” com o Matheus Diniz, mas no meu modo de ver a decisão da arbitragem foi acertada, porque você consegue ver no placar que o Lucas ainda está acordado quando o cronômetro zera. Só depois ele desmaia. É um polêmica, sem dúvida. Não sou dono da verdade, é só uma percepção. As pessoas vão poder assistir e tirar as suas próprias conclusões. Mas fica aí aquele gostinho de quero mais. Então, por que não marcar um tira-teima dessa luta?”, disse Fepa.

Tricampeão Mundial de Jiu-Jitsu, Michael Langui voltou aos tatames em grande estilo. O faixa-preta da Alliance derrotou Claudio Caloquinha por uma vantagem. Vale destacara ainda as vitórias de Bia Basília por 8 a 0 contra Gabi Fechter em uma luta No Gi e do jovem Taina Dalpra, que finalizou Athos Miranda com um estrangulamento arco e flecha. Confira abaixo os resultados completos do evento.

BJJ Stars 6
São Paulo (SP)
Sábado, 26 de junho de 2021

Card principal

Felipe Preguiça finalizou Patrick Gaudio com um estrangulamento pelas costas (cinturão)
Lucas Hulk derrotou Matheus Diniz por 2 a 0 nos pontos (No-Gi)
Yuri Simões derrotou Mahamed Aly por decisão dos árbitros (No-Gi)
Michael Langhi derrotou Claudio Caloquinha por uma vantagem após 0 x 0

Card preliminar
Erberth Santos derrotou Gutemberg Pereira por decisão dos árbitros
Tainan Dalpra finalizou Athos Miranda com um estrangulamento arco e flecha
Bianca Basílio derrotou Gabi Fechter por 8 a 0 nos pontos (No-Gi)
Izadora Cristina derrotou Ingridd Alves por 4 a 2 nos pontos (final The New Star)
Lucas Gualberto derrotou Natan Chueng por decisão dos árbitros (final The New Star)
Dimitrius Souza derrotou Rudson Mateus por uma vantagem após 0 x 0
Dyná Sena finalizou Ershiley Kessy com um estrangulamento pelas costas
Matheus Spirandeli derrotou Henrique Ceconi por 6 a 2 nos pontos

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos