Novamente sem Gómez, Palmeiras inicia testes em campos na Academia

William Correia
LANCE!


Seguindo os protocolos de segurança por conta da pandemia do coronavírus (confira as recomendações aqui), o Palmeiras iniciou testes no elenco utilizando os campos da Academia de Futebol, na tarde desta terça-feira. A ação ainda ocorreu sem a presença de Gustavo Gómez. O zagueiro estava no Paraguai, alegou que enfrenta problemas para voltar ao Brasil e ainda não fez nem exames para detecção de coronavírus. É esperado nesta quarta-feira.

Nesta terça-feira, depois de duas baterias de exame para apontar contato com a COVID-19, realizados na semana passada e na última segunda-feira, o elenco passou por avaliações físicas, fisiológicas e bioquímicas. As atividades foram realizadas ao ar livre, ocorridas simultaneamente nas áreas externas e nos três campos do centro de treinamento. Exercícios com bola estão liberados pelo Governo de São Paulo somente a partir de 1 de julho.

O elenco foi dividido em duas turmas, que se apresentaram no estacionamento em horários diferentes. Ocorreu triagem, com questionário sobre sintomas de gripe e checagem da temperatura corporal. Cada grupo tinha, no máximo, cinco atletas, que não tiveram contato entre si e só puderam retirar as máscaras enquanto realizavam as atividades. Ao final dos trabalhos, a orientação era de que seguissem direto para suas casas.

Houve pesagem e, na sequência, avaliações de força e equilíbrio muscular e testes específicas em deslocamento pelo gramado. Os kits de suplementação, hidratação e refeição pós-treino foram colocados em bolsas individuais, levadas ao gramado pelo próprio jogador. Havia uma estação de descanso e hidratação para cada atleta, mantendo distância de 20 metros entre elas. No intervalo das turmas de treino, todos os equipamentos foram higienizados.

- O protocolo foi seguido à risca, de acordo com o que foi recomendado pela secretaria de saúde e pelas literaturas internacionais. Os atletas mantiveram distanciamento de 20 metros, utilização de máscaras, antes e depois dos treinos, e higienização pessoal constante. Manteremos esse protocolo enquanto perdurarem as medidas de prevenção - explicou o coordenador científico do clube, Daniel Gonçalves.

Novas avaliações serão realizadas na tarde desta quarta-feira, mantendo o objetivo de averiguar e corrigir perdas e deficiências pelo longo sem treinos presenciais por conta do isolamento social necessário na pandemia do coronavírus. Desde o mês passado, os jogadores mantinham uma rotina de trabalhos físicos assistidos à distância pela comissão técnica.

Apenas um restrito grupo de pessoas circulam pelas dependências da Academia de Futebol, liberado só para profissionais considerados essenciais - não haverá imprensa. Entre os que possuem presença liberada, estão o técnico Vanderlei Luxemburgo (68 anos de idade) e o coordenador de preparação física Antônio Mello (72), que têm monitoramento especial por conta da idade.

O Verdão informou que quatro dos 30 atletas do elenco foram detectados com coronavírus, todos assintomáticos. Três, no entanto, já estão recuperados, enquanto o outro ficará afastado. A identidade dos quatro é mantida sob sigilo e, por isso, o Palmeiras liberou só algumas imagens dos testes, sem exibir todos os atletas, evitando que se desconfie quem é o contaminado. De 26 membros de diretoria e comissão técnica examinados, somente um teve resultado positivo e já está recuperado.











Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também