Novak Djokovic pode receber mais de R$ 3 milhões do estado do Rio de Janeiro

·1 minuto de leitura


A Fazenda pública determinou que o estado do Rio de Janeiro deverá pagar R$ 3.2 milhões para o tenista Novak Djokovic. De acordo com o portal CNN, o atual número 1 do mundo tem direito ao dinheiro depois que o estado deixou de pagar uma parte de seu contrato pela participação no evento "Djoko no Rio", que aconteceu em 2012.

> Confira a classificação atualizada do Brasileirão 2021 e simule as rodadas!

No evento, Djokovic concordou em receber 1.1 milhão de dólares para jogar uma partida de exibição com o brasileiro Gustavo "Guga" Kuerten, tricampeão do Rolland Garros, participar de inauguração de quadras de tênis e um jogo amistoso de futebol.

O Rio de Janeiro pagou 450 mil dólares em duas parcelas mas o tenista não recebeu os 650 mil restantes. A Procuradoria Geral do Estado ainda conseguiu diminuir o valor original da dívida em mais de R$ 37 mil, chegando a súmula de R$ 3.207.738,56

+ Conheça o novo app do LANCE! e fique por dentro dos resultados e notícias!

.A decisão desta terça-feira determina um prazo de 15 dias para que as partes se pronunciem sobre o valor estimulado para o encerramento da dívida. Caso ninguém reclame da decisão, o precatório definitivo será expedido.

Atual número 1 do ranking mundial, Novak Djokovic se prepara para o Aberto dos Estados Unidos, o US Open, que acontece a partir do próximo dia 30. Caso o sérvio vença o torneio, ele se tornará o primeiro tenista desde 1969 a conquistar os quatro Grand Slams no mesmo ano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos