Nova regra impõe limites a trocas de treinadores nos clubes brasileiros da Série A

·2 minuto de leitura
(arquivo) Jogadores do Flamengo comemoram o título de campeão brasileiro de 2020 em fevereiro de 2021

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu colocar um limite às incessantes trocas de treinadores das equipes da Série A, com o objetivo de facilitar a "organização administrativa e o planejamento financeiro" dos clubes.

A nova regra, aprovada na noite de quarta-feira, determina que os 20 clubes que participam do Brasileirão poderão demitir apenas dois treinadores por temporada. Se decidirem por uma segunda mudança, o substituto terá de ser um membro do clube que trabalhe "há pelo menos seis meses" na instituição, informou a CBF em nota.

Os treinadores, por sua vez, só podem trocar de time uma vez durante a temporada, exceto em caso de dispensa.

"É um grande avanço do futebol brasileiro, que fará bem tanto aos clubes quanto aos treinadores", afirmou o presidente da CBF, Rogério Caboclo, citado no comunicado.

A nova regra, que entrará em vigor no Brasileirão deste ano (que começa no dia 29 de maio), "vai implicar em uma relação mais madura e profissional e permitir trabalhos mais longos e consistentes. É o fim da dança das cadeiras dos técnicos no futebol brasileiro" acrescentou.

Segundo um estudo divulgado no ano passado, o Brasil é o país onde mais ocorrem substituições de técnicos.

O campeonato brasileiro registra uma média de 37,1 trocas de treinadores por temporada, segundo acompanhamento realizado entre 2003 e 2018. Logo atrás aparecem a primeira e a segunda divisão da Espanha (27,6), Argentina (21) e Colômbia (11,3), especifica o estudo, realizado pelos pesquisadores Matheus Galdino, Pamela Wicker e Brian Soebbing.

Na última temporada, o Botafogo trocou quatro vezes de técnico, o que não o impediu de cair pela terceira vez em sua história para a segunda divisão.

Em 2021, São Paulo e Santos já anunciaram novos técnicos: os argentinos Hernán Crespo e Ariel Holan, respectivamente.

js/val/gfe/aam