Nova geração do hatch Polo chega ao Brasil no segundo semestre

EDUARDO SODRÉ

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Volkswagen vai exportar para o México motores 1.4 TSI (turbo) produzidos em São Carlos, interior de São Paulo. O anúncio foi feito nesta quarta (3) pelo presidente da montadora na América do Sul, David Powels.

Serão envidados 250 mil motores até 2020, que equiparão os modelos Golf, Golf Variant e Jetta. Há um investimento adicional de R$ 50 milhões para atender à nova demanda, que se somam aos R$ 460 milhões anunciados em 2015 para a fábrica de motores.

O aumento de produção não vai gerar novas contratações no curto prazo, mas, segundo a empresa, evitará cortes de funcionários. "Temos capacidade instalada, as exportações são parte importante da nossa estratégia atual. Vamos usar para segurar o que temos hoje", disse Powels.

A fábrica de São Carlos tem capacidade para produzir 3.500 motores por dia. Hoje, trabalha com 50% de sua capacidade.

POLO E VIRTUS

Durante o evento, David Powels confirmou a chegada de dois novos carros ao Brasil. O primeiro será a nova geração do hatch Polo, que estreia no segundo semestre. A reportagem apurou que o carro será produzido na fábrica de Anchieta, em São Bernardo do Campo (Grande São Paulo).

O segundo modelo será o sedã Virtus, que será posicionado entre o compacto Voyage e o médio Jetta. O modelo chegará ao mercado em 2018.

Outros dois lançamentos construídos sobre a mesma plataforma de Polo e Virtus serão lançados até 2019. Um deles será um utilitário esportivo de porte compacto.